Tempo e otimismo: Marcos Paquetá e Botafogo aguardam a liberação

Ainda não foi neste sábado que Marcos Paquetá obteve a liberação junto ao Pune City, da Índia, e ficou livre para acertar com o Botafogo. A diretoria alvinegra, todavia, está otimista quanto a um parecer positivo do clube oriental nos próximos dias. O treinador também crê em desfecho positivo.

Paquetá assinou com o Pune City no início do mês, mas como a pré-temporada indiana nem teve início, ele retornou ao Rio de Janeiro. E já tinha a intenção de desfazer o acordo firmado por problemas pessoais, e poder ficar no Brasil. A oferta do Glorioso coincidiu com o momento particular do profissional.

Aos 59 anos, o provável substituto de Alberto Valentim no comando do Glorioso vive uma carreira de sucesso no exterior desde 2004, após comandar o Avaí. Especialmente no Oriente Médio, Paquetá comandou clubes e seleções.

Após a sugestão de Anderson Barros e o apoio de maior parte da diretoria, na última sexta-feira os cartolas e o treinador se reuniram na sede de General Severiano. O treinador agradou pela demonstração de conhecimento do futebol brasileiro e do elenco botafoguense, e o clube resolveu aguardar.

Um advogado de Paquetá, então, vem buscando um acordo com o Pune City. A partir de então, ele poderá assinar o contrato e ser anunciado oficialmente pelo Botafogo. A reapresentação dos atletas é nesta segunda-feira.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos