Na brasa! Familiares de atletas da Seleção improvisam e fazem churrasco brasileiro em Sochi

Quem disse que na Rússia não tem churrasco? Vá dizer isso aos brasileiros para você ver. A distância da terrinha não impediu que os familiares dos jogadores da Seleção mantivessem a tradição tupiniquim no palco da Copa do Mundo. Nesta segunda-feira, eles organizaram um churrasco em Sochi, onde o Brasil está concentrado, e fizeram festa até altas horas da noite. Clima familiar, de muita confraternização, e fruto de uma grande correria para matar a saudade do Brasil.

O evento realizado na frente do hotel onde os parentes dos jogadores estão hospedados em Sochi começou por volta das 17h (11h de Brasília) e varou a noite. Com autorização de funcionários do hotel, os brasileiros adaptaram uma churrasqueira no calçadão, com vista para o Mar Negro, que banha a cidade do litoral russo. A maioria dos jogadores teve familiares presentes,como Gabriel Jesus, Miranda, Willian, Douglas Costa e Fernandinho, e a resenha foi grande, finalizando com sucesso um plano costurado nos últimos dias.

A ideia surgiu em conversas entre os parentes e foi levada muito a sério por Sidnei, tio do volante Fred. Coube a ele conseguir uma churrasqueira, missão nada fácil em um país que não tem tradição em churrascos, sal grosso e, claro, a carne. Picanha não foi possível encontrar, então o jeito foi ir com a que tinha. Sendo de boi, está bom. Ele também comprou asas de frango para assar.

Munido de todos os ingredientes, era preciso agora encontrar o espaço ideal para colocar fogo na brasa. Na Rússia, pelo que os familiares foram informados, é proibido fazer churrasco em locais públicos, então eles ficaram na dependência da gerência do hotel. Após horas de negociações, que envolveu um russo que falava português como tradutor, os funcionários reservaram um espaço para a confraternização dos brasileiros. Aí foi só festa!

Momentos como esses têm aproximado os familiares dos jogadores na Rússia. Quando chegaram, muitos nem se conheciam ou tinham pouco contato em viagens com a Seleção. Neste fim de semana, também houve uma feijoada compartilhada por alguns.

A aproximação dos familiares é vista pela comissão técnica da Seleção Brasileira como saudável e importante também para os atletas, que têm recebido folgas esporádicas em Sochi. Esse ambiente contrasta com o de outras Copas do Mundo, em que a Seleção ficava mais isolada, sem contato com o mundo externo.

Nesta segunda-feira, a delegação brasileira viajou para Moscou, onde enfrenta a Sérvia na próxima quarta-feira, enquanto os familiares estavam no churrasco. Eles vão à capital em outro voo, somente no dia do jogo, como tem acontecido até agora.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos