Queiroz agradece aos jogadores do Irã e volta a criticar o VAR

Irritado como o VAR vem sendo usado e muito agradecido aos seus jogadores. Foi assim a entrevista coletiva do treinador do Irã, o português Carlos Queiroz, após o empate em 1 a 1 com Portugal, nesta segunda-feira, na Arena Mordóvia. O resultado acabou eliminando a sua seleção na Copa da Rússia, já que, com quatro pontos, sua seleção terminou em segundo lugar no Grupo B.

Primeiramente, o técnico, que comanda os persas desde 2010, voltou a criticar o usos do árbitro de vídeo nos jogos, alegando que em vez de deixar o jogo mais claro, apenas vem confundindo mais as decisões, pois a Fifa, em vez de estabelecer regras, deixa para que a decisão subjetiva se amplie. Sua ira foi com a marcação do pênalti em Cristiano Ronaldo (perdido pelo atacante) e a não expulsão do jogador após uma, na sua opinião, tentativa de agressão a Ebrahimi:

- Tenho opinião clara sobre esse assunto, mas tenho de medir minhas palavras. O que ocorre é que estão usando o VAR e nós profissionais, nem sabemos o que está acontecendo. O que é preciso é que se tenha uma regra clara, escrita, no papel, falando o que pode e não pode. Não acho correto que um pênalti como o do Cristiano Ronaldo tenha sido marcado após cinco ou seis repetições em câmera lenta. E por qual motivo o jogador não foi expulso depois de o lance da falta que ele fez ter sido visto e revisto? Era falta para expulsão ou não? Cotovelada é vermelho, está nas regra ou não? Repito: o que precisamos é ter regra clara.

Já sobre o jogo contra Portugal e a participação do Irã na Copa., Queiroz disse que foi gratificante a doação dos seus jogadores, que se superaram e orgulharam todo um país, fazendo uma grande Copa do Mundo, mesmo sendo eliminados na fase de grupos:

- Mostramos controle do jogo, fomos competitivos e mentalmente fortes. Só tenho a dizer muito obrigado aos meus jogadores por tudo o que fizeram e por me trazerem até aqui, numa Copa do Mundo e jogando de igual para igual com os grandes. Contra Portugal fizemos um jogo fantástico, pois bloqueamos e paramos completamente nosso rival em vários momentos.

Lembrando que há oito anos está no comando da seleção e que é uma grande alegria ver como os jogadores assimilaram seu trabalho, Queiroz fez questão de frisar a importância desta campanha iraniana na Rússia.

- Estes jogadores deram um bonito recado para aqueles que falavam que seleção seria a moleza do grupo - disse Queiroz, que elogiou a classificação de Portugal e completou:

- A partir de agora, com a eliminação do Irã, Portugal acaba de ganhar mais um torcedor.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos