Scarpa consegue rescisão com o Flu no TST; Palmeiras aguarda

Gustavo Scarpa conseguiu um habeas corpus no Tribunal Superior do Trabalho (TST) para rescindir seu contrato com o Fluminense. O jogador, assim, está novamente livre, ainda que momentaneamente, já que o processo continua correndo. O Palmeiras aguarda para definir sua situação com o jogador de 24 anos de idade, pois isto não reativa automaticamente o contrato assinado no começo do ano.

De acordo com pessoas ligadas à diretoria do Verdão, ele pode escolher onde jogar, inclusive outro interessado. O Flu, por enquanto, não se pronunciará.

O jogador não atua há mais de três meses, desde que sofreu a primeira derrota na Justiça, quando foi derrubada a liminar que o deixava livre durante o processo. No dia 11 de junho, ele perdeu novamente para o Fluminense, em primeira instância, no Tribunal Regional do Trabalho do Rio de Janeiro. Scarpa pedia a rescisão de contrato, o pagamento de R$ 9 milhões em vencimentos atrasados (salários, férias e 13º, além de parcelas do FGTS) e seus advogados iriam recorrer da decisão.

O Palmeiras contratou o meio-campista no início do ano, quando havia uma liminar o liberando do vínculo com o Flu. Enquanto ocorre a briga judicial, a diretoria alviverde ficou à distância, aguardando um desfecho. O Verdão iria pagar 6 milhões de euros (R$ 26,6 milhões) por 100% de seus direitos econômicos, mas não fez o depósito por conta do processo.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos