Virou a casaca? Maradona declara torcida para o México e se justifica

Uma das poucas seleções com 100% de aproveitamento até aqui, o México chega para a última rodada do Grupo F da Copa do Mundo ainda com chances de não ir às oitavas de final. No entanto, a confiança está em alta, assim como a humildade pregada internamente às vésperas de enfrentar a Suécia.

Nesta segunda-feira, a dois dias do jogo entre a seleção mexicana e a sueca, Diego Maradona deu o seu pitaco a respeito da La Tri, que, agora, vê no ídolo argentino um "hincha" da equipe comandada por Juan Carlos Osorio.

- Eu sou torcedor do México desde já, porque foi o mais empolgante da primeira rodada. Aliás, eles já mostraram que podem ganhar tranquilamente da Suécia - comentou Maradona, em seu programa De la Mano del 10 (Telesur).

- Ao invés de ficar atrás, contra a Alemanha, saiu com bolas picantes, de primeira e com toques que o permitiram ficar frente a frente com Neuer - completou.

FALA, OCHOA!

Não é só o ataque, com Lozano e Chicharito Hernández, que tem chamado a atenção para o lado mexicano. O Guilhermo Ochoa tem, mais uma vez, se destacado e, até aqui, é o goleiro com mais defesas realizadas no Mundial (12).

Domingo último, Ochoa foi o escolhido para conceder entrevista à imprensa presente em Moscou - agora, a delegação já está em Ecaterimburgo. De acordo com o arqueiro de 32 anos, a surpresa mexicana não pode iludi-los.

- Antes de começar a Copa, poucos teriam apostado que o México teria seis pontos. Sabemos que ainda não conseguimos nada, e vamos seguir sem relaxar. Temos que gerar essa sequência de bons resultados - disse.

- Sempre apoiamos o técnico (Osorio). Ainda queremos mais. Vejo os sonhos de todos meus companheiros para seguir até o último dia. Estamos com os pés no chão. Minha esperança e de meus companheiros é ficar até o último dia. Esta seleção quer mais que as anteriores - completou.

ANIVERSÁRIO DE LAYÚN

Um dos meio-campistas titulares de Osorio, Miguel Layún completa 30 anos nesta segunda-feira. Antes do treino, o cantor Christian Nodal visitou o CT dos latinos e cantou a tradicional Las Mañanitas em homenagem ao aniversariante. Até o "El Profe" entrou na brincadeira, externando o clima descontraído presente na seleção líder do Grupo F.

O duelo entre México e Suécia será realizado às 11h (de Brasília), em Ecaterimburgo, pela última rodada da fase de grupos. Um empate classifica os mexicanos às oitavas de final - fase no qual saíram nas últimas seis Copas.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos