1º VP Geral do Vasco tenta entrar na sala da presidência, e polícia é chamada

Tensão em São Januário! Após desentendimento político entre o presidente do Conselho Deliberativo, Roberto Monteiro, e o presidente do Vasco, Alexandre Campello, a antessala da presidência estava ocupada pelo 1º Vice-Presidente Geral Elói Ferreira de Araújo, nomeado pelo Conselheiro como interino. Deste modo, a polícia foi chamada, mas a porta estava trancada.

Tudo começou pela ida do presidente do Vasco para a Rússia e deixou a sala fechada. O Conselho Deliberativo e líder do "Identidade Vasco", Roberto Monteiro, entendeu que Campello se licenciou da presidência, e por isso, nomeou Elói Ferreira, primeiro vice-presidente geral, como interino.

Antes de viajar para o país da Copa do Mundo, Campello nomeou o vice-presidente de Finanças, João Marcos Amorim, como presidente interino. O mandatário cruz-maltino só retornará ao Brasil no dia 17 de julho.

A PM entendeu que não deveria retirar Elói e, com isso, o responsável pela segurança e que chamou a polícia foi para a delegacia, em São Cristóvão, acompanhado de um benemérito do Vasco. Um advogado de Elói também foi, porém os envolvidos na situação seguem em São Januário.

Também circula relatos em São Januário, por conta da situação, a Identidade Vasco, comandado por Roberto Monteiro, pode até chamar um chaveiro para destrancar a sala da presidência.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos