Atração extra em Moscou. Show de Diogo Nogueira. Na faixa

Na cidade de Moscou, na mesma hora em que ocorria no Estádio Lujniki o jogo insosso entre o mistão da França e a Dinamarca, pelo Grupo C da Copa do Mundo, e a Seleção Brasileira fazia o reconhecimento do gramado da Arena Spartak para o seu duelo desta quarta-feira com a Sérvia, rolava no centro da cidade um evento brasileiro com direito a pocket shows, gratuitos, de cerca de 30 minutos, do sambista Diogo Nogueira em três áreas turísticas: na Bolotnaya Square, próximo de onde fica a Ponte Lujkov, famosa por ser local em que os namorados colocam cadeados para simbolizarem união; depois na rua mais famosa da cidade, a Arbat (um calçadão); e, por fim em frente ao Teatro Bolshoi.

Na Bolotnaya, em cima de um ônibus (um sightseeing com teto aberto) todo pintado com dizeres em alusão ao turismo no Brasil, Diogo e sua banda se apresentaram para um público de cerca de 200 brazucas, reforçados por alguns turistas de várias nacionalidades. Diogo desfilou hits, como "Foi Um Rio que Passou em Minha Vida" (Paulinho da Viola), "Coração em Desalinho" (Monarco) , "Camarão que Dorme a Onda Leva" (Arlindo Cruz), "Cabelo Pixaim" (Jorge Aragão).

Entre uma parada e outra de Diogo para um gole d'água (estava um calor à brasileira), os torcedores aproveitavam para entoar músicas de apoio para a Seleção Brasileira e, principalmente, zoação em cima dos argentinos, com as canções "Mil Gols", "Messi não tem Copa, quem tem Copa é o Vampeta", entre outras.

Felizes por Natureza

Os shows são parte de uma campanha publicitária promovida pela Embratur chamado "Felizes Por Natureza". Nela, a empresa estatal busca promover o Brasil como destino turístico, aproveitando os milhares de torcedores de centenas de nacionalidades que marcam presença na capital russa e são consumidores em potencial.

A cuiabana Teté Bezerra, que desde maio é a presidente de Embratur, encabeça a campanha e estava ao lado do sambista no alto do ônibus, disse que a ideia é mostrar o que o país tem de melhor, o seu povo, e alavancar mais turistas, já que o país recebe muito menos estrangeiros do que deveria.

As pesquisas elegem em primeiro lugar o principal ativo do Brasil a cordialidade e hospitalidade de nossa gente. Por isso o lema "Felizes Por Natureza" E a escolha de Moscou é porque hoje, ela é a capital do mundo - disse Teté.

O lançamento oficial ocorreu nesta segunda-feira e contou com a presença de mais de 50 jornalistas de várias partes do mundo. E nesta quarta-feira terá uma ação que Teté considera a mais importante em termos de repercussão.

- O lançamento já gerou boa repercussão internacional. Mas a nossa campanha é fortemente digital e conta com as redes sociais. Nesta quarta-feira, antes do jogo do Brasil teremos vários influenciadores digitais brasileiros recepcionando influenciadores de Alemanha, Estados Unidos e de outros países que viverão um dia brasileiro, comendo nossa comida, conhecendo nossas coisas e terminando a noite acompanhando o jogo Brasil x Sérvia. Esta ação também será muito importante e seguiremos com outras fortes ações - disse a Teté.

Partindo para o mundo real, os shows de Diogo Nogueira foram os maiores eventos desta campanha para o público. Agora, a "Felizes por Natureza" passará a ter o foco nos 100 painéis colocados em áreas diferentes de Moscou apresentando os pontos turísticos brasileiros. Além disso, o ônibus estilizado, que ficará circulando por Moscou até o fim da Copa.

Diogo e sua agenda vapt-vupt

Diogo Nogueira, com camisa verde e amarela, em certo momento do espetáculo desceu do ônibus e foi cantar ao lado da galera. Alguns gringos, além de muitos brazucas, aproveitaram para as tradicionais selfies.

- É bonito unir o povo e as pessoas com a nossa arte e cultura, ver toda essa diversificação levada para todo mundo, principalmente pelas redes sociais, já que cada publicação viraliza. E também para os russos, que têm a oportunidade de sentir um pouco de Brasil - disse o cantor, que tem agenda curta na Rússia. depois dos pockets-shows desta terça-feira, verá o jogo do Brasil com a Sérvia na Arena Spartak e embarca de volta para o Brasil.

- Tenho muitos compromissos, não dá para esticar e aproveitar a Copa. Espero uma boa vitória do Brasil e já retorno feliz - disse o portelense Diogo, que continua em litígio com a diretoria de sua Escola de Samba:

- Nada de Portela no curto prazo - finalizou, antes de seguir no ônibus até a Rua Arbat (lá o show seria todo no chão), depois, já à noitinha a parada final nas cercanias do Bolshoi.

- Lá teremos o maior público. Vamos parar o centro - dizia Diogo.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos