Tite cita próprio choro para defender Neymar e diz que Sérvia pode ser seu 'novo Tolima'

O técnico Tite não vê problema no choro e no desabafo de Neymar logo após a vitória sobre a Costa Rica, em São Petersburgo. Para defender seu camisa 10, o treinador da Seleção Brasileira usou o próprio exemplo, citando que também já explodiu de emoção depois de momentos de muita pressão. Ele falou nesta terça-feira, véspera da partida contra a Sérvia, em Moscou.

- Quero colocar para toda nação brasileira, estou num posto. No primeiro jogo contra o Equador, o Tite chorou quando acabou o jogo. Repito: Tite chorou. Eu chorei de alegria, de satisfação, porque é nossa característica emocional. Chorei de prazer, orgulho, momento de tanta pressão que estávamos, conseguimos fazer um grande jogo. Tenho muito cuidado em fazer as coisas, estou mostrando um outro lado, de técnico que tem emoção também. Há o momento, sim, do gelo, da calma, da lucidez, manter padrão. O que é manter padrão? 91 do segundo tempo, você fazer o gol do jeito que a equipe está acostumada a jogar. Isso é manter padrão - afirmou o treinador.

- Tu está mais perto da realidade quando consegue administrar essas questões. A pressão do segundo tempo, e esse equilíbrio emocional, me deixou contente. Se perder será a pior classificação, sim, mas se vencer fortalece a ideia de futebol, que não abrimos mão. Não podemos perder nossa essência, e não achar que um momento de emoção, que o técnico teve também, é sinônimo de desequilíbrio - completou.

Na entrevista coletiva, Tite também foi perguntado se a Sérvia pode ser o seu "novo Tolima". Tolima foi o clube colombiano que eliminou o Corinthians de Tite na Libertadores de 2011, ainda na fase pré da competição, algo então inédito para o futebol brasileiro. Nesta quarta, derrota significa volta para casa da Seleção. E Tite admitiu que pode acontecer.

- Pode. Toda situação é possível, e traz aprendizado. Eu trago para cá. Com uma diferença: estou há dois anos com essa equipe. E quando acabou o segundo tempo, me deu orgulho. Normalmente, quando chega 30 minutos, tu quer apressar, quebra de padrões, e quando ela se manteve, eu pensei "vamos fazer, não é possível!". Tenho dois anos, 23 jogos, é pouco em relação ao Löw (técnico da Alemanha)... Eles mantiveram padrão aos 50, não quebraram e venceram o jogo - analisou o comandante da Seleção.

Na entrevista coletiva no estádio do Spartak, Tite estava de bem com a vida, bem humorado e respondendo a tudo com tranquilidade. Confira outros pontos da entrevista do treinador da Seleção:

SÉRVIA

Tem característica de bola aérea ofensiva, mas tem a qualidade técnica, individual, jogadores de qualidade. Precisamos evitar faltas próximas, laterais, encurtar, bloquear e tirar proveito de algo que possa nos beneficiar de altura maior, a vida é assim, vamos buscar isso.

LESÃO DE DOUGLAS COSTA

Eu usei erradamente o que falei para os atletas, de que a matilha precisa do lobo e o lobo precisa de matilha, mas o conjunto de lobos é alcateia. Só lembrei na terceira vez. Precisamos dos atletas nas melhores condições, e ele foi importante. E você precisa de jogadores com característica diferente. Exemplo é o Firmino. Você precisa de características diferentes. Infelicidade, ele é jogador de aceleração, enfrentamento, nós precisávamos. Nosso número de aceleração aumentou 25%, porque a gente buscava o resultado. Ele entrou com essa necessidade de colocar ritmo, velocidade, e isso foi circunstancial por isso.

EVOLUÇÃO DE NEYMAR NA PARTE FÍSICA

Neymar só está nesse nível agora porque é um jogador acima fisicamente, diferenciado. Não estou aqui para defender ninguém, eu só disse calma que ele recuperaria. Ele evoluiu, só pegar o mapa de calor, as jogadas dele aumentaram consideravelmente. Precisa ainda mais, talvez mais um jogo esteja em suas plenas condições, seu potencial máximo. mas não dá a ele uma responsabilidade excessiva sobre sucesso ou insucesso. Ele pode ser? Tomara! Em alguma circunstância vai ser.

CARTÕES AMARELOS

Os erros que nós cometemos, eu não exponho, porque quando eu era boleiro, eu pensava: meu técnico me dá bronca, mas não expõe. Entre ter um mau prestígio e mau consciência, prefiro ter mau prestígio. Temos jogo decisivo, esse jogo que decide. Nossa continuidade depende desse jogo.

APOIO DA TORCIDA/CANARINHO PISTOLA

O carinho do torcedor é algo inigualável, só quem está do outro lado que sabe. Ele nos acalenta, nos conforta, e sabemos da responsabilidade, temos essa noção. Canarinho é uma figura! Uma figura! Tem um carisma, não parece que é uma figura... Você olha pro olho dele, gestual... Ele tem carisma!

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos