Southgate explica opção de utilizar time reserva diante da Bélgica

A Inglaterra entrou com oito mudanças para enfrentar a Bélgica, nesta quinta-feira, em Kaliningrado. A alteração em praticamente todo o time titular foi o principal assunto da entrevista coletiva de Gareth Southgate. O técnico justificou a sua opção ao citar o aspecto físico dos jogadores.

- Claro que tenho responsabilidade pelo desapontamento das pessoas. O torcedor queria ver um jogo brilhante. Mas o técnico tem que tomar a melhor decisão para o grupo. Às vezes as decisões vão ser criticadas. O meu estafe foi claro nos argumentos físicos e médicos, foi pelo benefício do grupo. Sei que serei criticado, mas estou confortável com a decisão desta noite

Da equipe que goleou o Panamá por 6 a 1, no último domingo, somente o goleiro Pickford, o zagueiro Stones e o meia Loftus-Cheek estiveram na derrota por 1 a 0 para a Bélgica.

O resultado deixou a Inglaterra em segundo no Grupo G, mas evitou ficar no mesmo lado da chave que Uruguai, Portugal, França, Argentina, México e Brasil.

Ainda na coletiva, Southgate citou algumas seleções que perderam jogadores por lesão. A Colômbia, adversária da Inglaterra nas oitavas de final, pode não ter James Rodríguez, que saiu ainda no primeiro tempo contra Senegal.

- Se nós colocarmos Harry Kane por dez minutos e alguém batesse nele no tornozelo teria sido ridículo - afirmou Southgate, antes de falar da partida diante da Colômbia:

- Esse jogo de oitavas de final será o maior jogo da década para nós.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos