São Paulo precisará de cautela para contratar jogadores estrangeiros

A diretoria do São Paulo precisará ter cautela com a contratação de jogadores estrangeiros nos próximos dias. Isto porque o Tricolor já atingiu o número máximo de atletas não-brasileiros permitidos pela CBF: cinco.

Recém-chegado ao clube do Morumbi, o equatoriano Joao Rojas se junta ao seu compatriota Arboleda, ao colombiano Tréllez, ao peruano Cueva e ao uruguaio Gonzalo Carneiro.

Apesar do limite imposto pela entidade que gere o futebol no país, o São Paulo não está impedido de contratar novos estrangeiros. Inclusive, na temporada passada o Tricolor chegou a ter seis atletas nascidos em outros países em seu elenco: Lugano, Buffarini, Lucas Pratto, Arboleda, Cueva e Jonatan Gómez.

Na prática, o time precisa deixar um jogador fora da lista de relacionados para os jogos do Campeonato Brasileiro. Caso leve mais de cinco atletas para o banco de reservas, o Tricolor estará sujeito às punições financeiras e esportivas por descumprimento do regulamento geral de competições da CBF.

Na Copa Sul-Americana, competição organizada pela Conmebol, a regra não existe e, inclusive, os cinco jogadores poderão atuar juntos com a camisa do Tricolor em uma mesma partida.

Na tentativa de deixar seu elenco mais forte para o segundo semestre do Brasileirão, a diretoria do São Paulo busca no mercado um lateral-direito, um volante com funções similares às de Petros, um meio-campista com características de armação e mais um atacante. A promoção de um ou outro jogador das categorias de base não está descartada.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos