Jair tenta blindar Corinthians e exalta duelo com Fla: "dois gigantes"

  • Alexandre Schneider/Getty Images

A semifinal da Copa do Brasil envolvendo Corinthians e Flamengo já começou com polêmicas antes mesmo de as equipes entrarem em campo. O clube carioca reclamou da escalação do árbitro Braúlio da Silva Machado e também questionou a volta de Fagner ao Timão após o lateral direito ter sido cortado dos amistosos da Seleção Brasileira. No Corinthians, o técnico Jair Ventura tenta blindar os jogadores.

- A gente tenta blindar o máximo o vestiário. Não me preocupo com essas situações, até porque não é minha função. Claro que temos responsabilidade de tudo, mas deixo o que tem que ser resolvido para quem precisa. Já temos muitas responsabilidades em campo - afirmou Jair, em entrevista coletiva nesta terça-feira.

O treinador do Timão também comentou a volta de Fagner, recuperado de lesão muscular na coxa esquerda sofrida há quase duas semanas.

- Ele vinha em uma situação de transição, trabalhando muito forte. Fez ontem o primeiro treino com o grupo, a resposta foi boa, e espero que ele possa estar 100%. Sabemos que uma lesão se leva um tempo para recuperação, mas, como se trata em jogo decisivo, os atletas vão com dor ou pequena lesão, grau 1, edema, já tive casos assim. Ele é um dos líderes do Corinthians, espero que ele possa conseguir fazer um grande jogo e suportar essa dor caso ele tenha para fazer uma grande partida e nos ajudar - disse o treinador.

Após falar sobre as polêmicas, Jair disse o que espera do duelo válido pela semifinal e exaltou o confronto entre "dois gigantes". O jogo de ida será realizado nesta quarta-feira, às 21h45, no Maracanã. A volta acontecerá no dia 26 de setembro, em Itaquera.

- Espero um Flamengo Flamengo forte, que vem contratando, que está com uma força financeira muito grande e que tem jogadores de qualidade. Mas o Corinthians tem sua força, vem conquistando títulos atrás de títulos. São dois gigantes, briga de cachorro grande. Vai ser um grande jogo, e quem estiver atento aos detalhes vai conseguir a classificação. Nenhum resultado no primeiro jogo decide algo, pode encaminhar, mas tudo vai ser decidido no jogo da volta - declarou.

VEJA ABAIXO OUTRAS RESPOSTAS DE JAIR:

Equipe que treinou é a que joga?

Fiz um pacto com vocês de mostrar o time, o outro lado não mostrou, fiquei sabendo que o treino foi fechado. Pode ter mudanças. Mas vou deixar para falar depois do jogo. Vai ser um prazer falar das mudanças caso aconteçam. Assim que terminar o primeiro jogo lá vou explicar.

Como é disputar outra semifinal contra o Fla?

Disputei a semifinal contra o Flamengo ano passado, agora de novo... Esses grandes jogos, quando éramos meninos sonhávamos. Sabemos que não vai ter uma cadeira vazia, são duas grandes equipes, uma semifinal. É uma realização de um sonho. Que a gente possa sair vitorioso e conseguir a classificação para a final que é muito importante para o Corinthians.

O que já conseguiu mudar na equipe?

Muito pouco de mim, muito Corinthians, estou chegando, vamos trocar o pneu com o carro andando. Difícil precisar quanto tempo, mas é preciso um tempo. Dar confiança, a cada treino a gente identifica algo a melhorar, vai conhecendo os jogadores. Já tive uma leitura do jogo, por isso mudanças, depois vou explicar. Hoje fizemos um treino de vídeo em sala com alguns acertos. Não dá para dar intensidade pelo desgaste físico. Vamos fazendo alguns ajustes. Pouco a pouco vamos implementando algumas coisas.

Como é não ter o Roger?

Faz falta (o Roger), é uma baixa significativa. Mas temos que ter alternativas, essa é a vida do treinador. Temos o Jonathas que está se recuperando, poderia ter dificuldades de suportar os 90 minutos e por isso não iniciamos com ele.

O gramado ruim do Maracanã pode ajudar o Corinthians a se defender?

Não ajuda ninguém, o Corinthians, o Flamengo, o telespectador, a gente que está trabalhando... Quanto melhor o gramado, melhor o futebol, melhor o espetáculo. A gente acredita que possa melhorar o quanto antes para os jogos melhorarem.

O que espera da festa da torcida no embarque?

Estou ansioso para ver essa festa. Lógico que é importante, somos seres humanos, e a torcida te empurra. Deve ser uma coisa de louco, estou doido para sentir. É um combustível, sim. A torcida é o 12º jogador, é aquele gás no final quando você está cansado. Estou ansioso para ver essa festa.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos