Justiça atualiza atestado e goleiro Bruno poderá pedir progressão de pena

  • Nelson Antoine/AGIF

    Jogador assinou contrato com o Boa, mas vínculo está suspenso

    Jogador assinou contrato com o Boa, mas vínculo está suspenso

Levando em conta os dias quitados por tempo trabalhado e estudo dentro do presídio, a Justiça da cidade de Varginha (MG) atualizou o atestado de pena do goleiro Bruno. Com a mudança, o ex-jogador do Flamengo pode deixar a prisão ainda no mês de outubro: a partir do dia 13, ele poderá pedir progressão de pena para o regime semiaberto domiciliar. No momento, ele está preso na Associação de Proteção e Assistência aos Condenados (Apac), na cidade de Santa Luzia (MG).

O juiz Tarcisio Moreira de Souza, da 1ª Vara Criminal e de Execuções Penais da Comarca de Varginha, foi o responsável pela assinatura da atualização do atestado. Advogado de Bruno, Fábio Gama explicou que o pedido de progressão não é concedido imediatamente, já que ainda terá que passar por análise do Ministério Público.

"Agora eu vou ter que aguardar o dia 13 para fazer o pedido de progressão ao regime semiaberto. Na sequência, colher o parecer do Ministério Público, para depois o juiz poder determinar a expedição do alvará de soltura dele", explicou o advogado.

Bruno foi preso em 2010 e condenado em 2013 a 22 anos de prisão pelo planejamento da morte da modelo Eliza Samúdio - que, na ocasião, estava grávida de seu filho. Além disso, o ex-goleiro responde também pelo sequestro e cárcere privado de seu filho Bruninho.

Caso a progressão da pena de Bruno seja aceita, o goleiro passará a dormir em sua própria casa - a cidade de Varginha não possui instalações para onde os detentos possam ir apenas para dormir. Na prática, é como se ele estivesse cumprindo sua pena em regime aberto.

Em 2017, o jogador (que pretende retomar sua carreira no esporte) foi solto em fevereiro após liminar do ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF). Em março do mesmo ano, ele assinou contrato com o Boa Esporte (MG); atualmente, o vínculo está suspenso. A defesa de Bruno também irá buscar autorização especial para que o goleiro possa viajar junto à equipe mineira para jogar.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos