Sané admite decepção por não ter jogado a Copa do Mundo

  • Alexander Hassenstein/Getty Images

O fato de Leroy  Sané não ter sido convocado para a Copa do Mundo da Rússia, disputada há cerca de três meses, ainda repercute na imprensa internacional. Em entrevista coletiva nesta quarta-feira (10), o alemão comentou que ficou frustrado com a decisão do técnico Joachim  Low em não leva-lo, mas admitiu que o fato serviu como incentivo.

"Confesso que fiquei desapontado por ficar fora do Mundial, mas usei esse tempo para pensar em mim mesmo e naquilo que podia melhorar, em todos os sentidos", afirmou o atacante do Manchester City.

O jovem de 22 anos também aproveitou para comentar sobre a recente crítica que recebeu de Toni Kroos, seu companheiro de seleção, que disse não gostar da postura do atacante. Sané preferiu esfriar a polêmica.

"Não tenho problema nenhum em ser criticado. São incentivos para evoluir. Se eu jogo mal, é óbvio que me preocupo com isso. Quero sempre dar meu melhor, mas aceito as opiniões e vou tentar melhorar", disse.

Usado com frequência por Pep  Guardiola, o atacante voltou a ser convocado por Low  após a Copa do Mundo. No último mês, Sané causou polêmica ao deixar a concentração da seleção alemã. Os rumores de que o jogador teria discutido com o treinador logo foram descartados, quando o atacante publicou foto celebrando o nascimento de sua filha

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos