Topo

Esporte


Modric exalta amizade com CR7 e brinca: "Nunca jogarei com Messi"

REUTERS/Tatyana Makeyeva
Modric brincou sobre a chance "zero" de atuar no mesmo time que Lionel Messi Imagem: REUTERS/Tatyana Makeyeva

2018-10-16T09:18:03

16/10/2018 09h18

Atual melhor jogador do mundo, indicado pela Fifa, Modric vive um dos maiores momentos de sua carreira. Entre os favoritos para conquistar a Bola de Ouro, o craque croata concedeu uma entrevista para a revista francesa France Football e falou sobre diversos assuntos, como a guerra dos Bálcãs e a influência do futebol para superar esse momento.

O meia do Real Madrid também comentou sobre a importância da seleção croata, os ídolos de infância e com quem gostaria de ter jogado junto. O camisa 10 também relembrou a relação com Cristiano Ronaldo e vetou qualquer chance de atuar ao lado de Lionel Messi, do rival Barcelona.

Sobre os jogadores que queria ter jogando junto: "Boban, Zidane e Ronaldo"

Primeiro com Boban, meu ídolo de seleção. Depois, com Zidane. Tive a sorte de tê-lo como treinador e com quem vivemos um dos momentos mais lindos da história do Real Madrid. Às vezes, Zidane jogava com a gente e era impressionante ver sua elegância. Teria sido incrível ser seu companheiro de equipe. O terceiro é Ronaldo

Sobre Messi: "Nunca jogarei com ele"

Jogo contra ele, não com ele [risos]. Evidentemente, Messi é um dos melhores jogadores da história, mas nunca jogarei com ele.

Relação com CR7: "Construímos uma amizade"

Excelente. Passamos seis anos maravilhosos no Real Madrid. Construímos uma amizade e um respeito mútuo. Agora ele foi embora, mas mantemos contato, trocamos mensagens. Embora alguns digam que não é assim, mas posso dizer que seguimos mantendo contato

A importância do futebol na guerra: "Uma das melhores maneiras de escapar"

Uma das melhores maneiras de escapar da guerra era jogando futebol. Eu encontrei meus amigos jogando bola. Pouco a pouco, fui aprendendo de forma mais estruturada no Centro de Formação de Zadar [cidade croata]. Creio que quis ser jogador de futebol desde criança. O futebol é o meu primeiro amor. Sempre sonhei com as glórias, mas o meu primeiro desejo era jogador um dia pela seleção croata.

Os ídolos croatas: "Queríamos parecer com eles"

Porque meu país acabara de conseguir sua independência e isso tinha um significado muito forte. Um pouco mais tarde, teve a Copa do Mundo da França, em 1998. Tinha 12 anos e meus ídolos tinham chegado a semifinal. Queríamos parecer com eles

Seus candidatos à Bola de Ouro

Para mim, Varane, Griezmann, Mbappé, Cristiano e Messi.

O talento de Mbappé: "Extraordinário"

Mbappé é um talento extraordinário, uma maravilhosa promessa para o futuro que já está em grandíssimo nível. Lembro que Subasic, meu companheiro de seleção, disse uma vez: "Tem um jogador no Monaco que será um dos melhores do mundo". Já me falava de Mbappé quando não era conhecido.

Mais Esporte