Afastamento de VP Geral de Projeto aumenta tensão nos bastidores do Fla

O cenário político da Gávea segue esquentando a medida em que a eleição presidencial se aproxima - o novo mandatário será decidido em 8 de dezembro. Nesta sexta-feira, o VP Geral do Flamengo, Maurício Gomes de Mattos foi destituído do Projeto Embaixadas e Consulados da Nação - o qual é um dos responsáveis pelo crescimentos nos últimos anos. Nas redes sociais, o dirigente afirmou que o afastamento partiu do presidente Eduardo Bandeira de Mello.

- O Eduardo Bandeira de Mello acaba de me destituir do projeto Embaixadas e Consulados da Nação. Esse é o projeto da minha vida no Flamengo. Nada nem ninguém vai me impedir de ajudar e colaborar - disse MGM, como é conhecido, em vídeo publicado em seu Twitter. Veja o pronunciamento na íntegra abaixo:

Em entrevista ao "Extra", o presidente Eduardo Bandeira de Mello explicou que destituiu o VP Geral do clube do projeto sob o argumento de que Maurício Gomes de Mattos estaria usando a estrutura do clube para campanha eleitoral.

- Ele é livre para ir nas reuniões que quiser e pedir votos para a chapa de oposição da maneira que quiser. Apenas não pode usar a estrutura do clube, funcionários, etc, como plataforma eleitoral. Isso nunca permitimos, nem em proveito da situação. Quando concorri à reeleição em 2015 isso já estava proibido. É uma questão de postura - afirmou Eduardo Bandeira de Mello.

O capítulo expõe a tensão vivida na Gávea, em especial entre o presidente e o VP Geral. A chapa de situação, apoiada por Bandeira de Mello, é a Rosa, cujo candidato à presidência é Ricardo Lomba, atual vice-presidente de futebol. Por sua vez, Maurício de Gomes Mattos apoia a candidatura de Rodolfo Landim, da Chapa Roxa.

LOMBA e SóFLA manifestam solidariedade e apoio a MGM

A repercussão do afastamento foi grande e Ricardo Lomba se manifestou em solidariedade a Maurício Gomes de Mattos. Atual VP de futebol e candidato à presidência, fez elogios ao projeto e ao trabalho desenvolvido pelo VP Geral.

- O Projeto das Embaixadas é um excelente projeto do Flamengo e foi abraçado pelo Maurício Gomes de Mattos. Presto aqui a minha solidariedade e o meu respeito ao vice-presidente geral pelo trabalho feito no projeto das Embaixadas - afirmou Ricardo Lomba em vídeo que circula nas redes sociais.

O "SóFLA", grupo de apoio à candidatura de Ricardo Lomba à presidência do Flamengo para o triênio de 2019/21, também manifestou apoio a Maurício Gomes de Mattos, atual VP Geral. Confira a nota publicada na íntegra abaixo:

"O SóFLA reconhece o trabalho realizado pelo VP Geral Maurício Gomes de Mattos, à frente do projeto de Consulados e Embaixadas do Flamengo.

O trabalho em conjunto com as pastas de Marketing e Comunicação, para o qual tivemos prazer em participar, sem dúvida alguma, resultou num grande sucesso.

Independentemente do resultado da eleição, como grupo propositivo que somos, continuaremos a apoiar esse trabalho.

E apesar de no momento eleitoral estarmos em lados antagônicos, o SóFLA vem a público manifestar apoio ao VP Geral Maurício Gomes de Mattos e espera que lhe seja dado o espaço que lhe cabe no evento das embaixadas no dia 17/11/2018."

Lançado em 2008, o projeto das Embaixadas Rubro-Negras já foi responsável por diversas ações e campanhas para fortalecer o clube em diversas regiões do Brasil e do Mundo. Em 2016, um segundo passo do projeto foi dado com a criação dos Consulados Rubro-Negros.

As Embaixadas e Consulados da Nação são movimentos da torcida no Brasil e em outros países que se reúnem para assistir aos jogos, acompanhar o clube e ajudar na expansão da marca por meio de novos sócios, divulgação e participação nas redes sociais. Como VP Geral, MGM dedicou boa parte de seu tempo ao projeto, visitando várias Embaixadas e Consulados da Nação.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos