Topo

Esporte


Dirigente do Botafogo lamenta baixa cota da Globo: "Não temos dinheiro"

Reprodução/YouTube
Imagem: Reprodução/YouTube

29/12/2018 16h10

Não é novidade para ninguém que o Botafogo passa por uma grave crise financeira. Não é à toa que o clube ainda não anunciou uma contratação que não seja por empréstimo (Alan Santos e Gustavo Ferrareis) ou de um jogador sem clube (Diego Cavalieri) - e nem deve anunciar. Em contrapartida, os dois principais ativos, Matheus Fernandes e Igor Rabello, estão de saída.

O cenário preocupa o presidente do Conselho Deliberativo do clube, Jorge Aurélio Domingues. Ele ratifica as dificuldades financeiras do clube e reclama das cotas de transmissão da TV Globo.

"A situação financeira do clube é muito difícil. O Botafogo não tem dinheiro. O Botafogo tem uma verba muito pequena da Globo, verbas publicitárias pequenas. Não temos dinheiro e vai ser difícil. A diretoria está pensando em vender um ou dois jogadores para tentar melhorar o seu fluxo de caixa", revelou Domingues em entrevista à Rádio Brasil.

Segundo o dirigente, a única contrapartida à situação delicada é o centro de treinamento que está sendo construído em Vargem Grande. "Futuramente, dará uma boa base ao Botafogo", diz Domingues.

Localizado no Espaço Lonier, o CT ainda não tem data de inauguração. Por isso o técnico Zé Ricardo comanda a pré-temporada no Estádio Nilton Santos, onde habitualmente já treina. A expectativa é que as categorias de base passem ao novo CT na metade do ano; seguidos pouco depois pelos profissionais.

Como a crise financeira afetou no cronograma de utilizar o CT já em janeiro, as obras seguirão a passos tardios. Há seis etapas definidas quanto ao projeto, que contará com sete campos. Os gramados devem estar aptos em abril.

Mais Esporte