Topo

Esporte


São Paulo marcou apenas um gol em seus últimos cinco jogos

2019-02-11T08:55:05

11/02/2019 08h55

Na próxima quarta-feira, o São Paulo decide sua permanência na Copa Libertadores. Para eliminar o Talleres e se manter na principal competição da América do Sul, o Tricolor precisa vencer por três ou mais gols de diferença para avançar sem a necessidade de pênaltis. Os números, no entanto, jogam contra a equipe do técnico André Jardine.

Nas últimas cinco partidas que disputou (Santos, Guarani, São Bento, Talleres e Ponte Preta), o São Paulo fez apenas um gol e levou seis. Números muito baixos para quem, na pior das possiblidades, precisa fazer dois e não sofrer nenhum para não mergulhar em uma crise logo no segundo mês da temporada.

A situação do Tricolor se torna ainda mais preocupante quando analisados os números recentes da equipe. De acordo com o levantamento feito pela Footstats, o Tricolor finalizou ao gol adversário 11 vezes, em média, nessas partidas. O problema, no entanto, é que o time chutou apenas três vezes em direção ao gol adversário nos últimos cinco jogos.

Quando olhadas isoladamente, as estatísticas são mais assustadores. Contra a Ponte Preta e contra o Santos, o São Paulo não conseguiu acertar nem um chute sequer na direção do gol adversário. Contra o Talleres, foram quatro chutes, contra o Guarani, foram cinco, e o melhor desempenho tricolor aconteceu contra o São Bento, quando os comandados de André Jardine acertaram o alvo em seis oportunidades. Nesta última, no entanto, eram os reservas que estavam em campo.

O tempo para corrigir os erros é curto. O técnico André Jardine terá apenas dois dias para calibrar a pontaria de seu elenco e, principalmente, encontrar uma maneira de furar o possível bloqueio defensivo que deve ser montado pelo Talleres no Morumbi. Apesar da pressão e da desvantagem no marcador, o São Paulo tem plenas condições de garantir a vaga na Copa Libertadores.

O jogo que define o futuro do Tricolor acontece na próxima quarta, às 21h30. De acordo com o clube, mais de 22 mil ingressos já foram vendidos para a decisão. A Torcida Independente, principal organizada do São Paulo, prometeu fazer a tão famosa recepção aos jogadores no Morumbi. Sendo assim, o clima, embora seja de desconfiança, deve ser positivo ao time de André Jardine. Restarão os gols dentro de campo.

Mais Esporte