Topo

Esporte


Fartura de nomes: Vasco possui muitas opções para o lado do campo

2019-02-12T06:30:00

12/02/2019 06h30

Dor de cabeça em tempos passados, a posição de lado de campo passa por uma situação de fartura no Vasco. Após algumas contratações, renovações e recusas por algumas propostas, o Cruz-Maltino possui sete jogadores capazes de exercer essa função no elenco atual.

Sem citar jogadores que podem atuar nas beiradas do gramado de forma improvisada, o clube de São Januário possui Yago Pikachu, Yan Sasse, Caio Monteiro, Marrony, Rildo, Moresche e Rossi, que pode ser relacionado pela primeira vez na partida diante do Resende, na próxima quarta-feira, pela semifinal da Taça Guanabara, como opções. O jovem Lucas Santos, um dos destaques da Copinha, também pode atuar nessa posição, mas ainda corre por fora na equipe profissional.

Alberto Valentim, até aqui, escala o Vasco no esquema 4-2-3-1. Esse esquema coloca à tona dois volantes, um meio-campista mais avançado, um atacante principal e dois jogadores que atuam pelos lados do campo. Portanto, só é possível, em tese, que dois desses nomes atuem ao mesmo tempo pelo clube de São Januário.

Nos seis jogos realizados pelo Vasco na atual temporada, Alberto Valentim usou cinco duplas diferentes nas beiradas do campo. A única parceria que se repetiu foi entre Yan Sasse e Marrony, que atuaram como titulares nas duas primeiras partidas do Cruz-Maltino no ano.

Em termos gerais, os jogadores da posição que participaram de mais partidas no ano até aqui foram Yan Sasse e Yago Pikachu, que entraram em campo em cinco oportunidades, seja iniciando ou entrando no decorrer da partida. Marrony, com quatro jogos, é o terceiro com mais aparições nesta posição - ao todo, o jovem atuou em cinco partidas, mas em uma dessas atuou como atacante - e artilheiro da equipe na temporada, com três gols.

Além do camisa 38, que vive um momento de evolução na temporada, o outro goleador da lista é Yago Pikachu, que balançou a rede em duas oportunidades nessa temporada, ambas de pênalti. Artilheiro do Cruz-Maltino no ano passado, o camisa 22 possui moral com o treinador Alberto Valentim. Yan Sasse, por sua vez, chegou na última janela de transferências, vindo do Coritiba, e marcou pela primeira vez pelo clube contra a Juazeirense, pela Copa do Brasil.

Moresche, jogador criado nas categorias de base do Cruz-Maltino, entrou em campo três vezes na temporada e Rildo participou de uma partida. Caio Monteiro e Rossi ainda não entraram em campo nessa temporada, mas essa situação deve mudar para o segundo em breve, já que o atleta, recém-contratado, começará a ser relacionado e, consequentemente, terá chances de entrar em campo.

Mais Esporte