Topo

Esporte


Pensando na Copa, representante do Al-Wahda vem ao Brasil olhar jovens

12/02/2019 17h31

O futebol do Oriente Médio vem evoluindo ao longo das décadas e isso não é surpresa para ninguém. Recentemente, o Catar, que vai sediar a Copa do Mundo em 2022, conquistou de maneira inédita a Copa da Ásia, derrotando o Japão na final. Outro país que teve campanha de destaque na competição foi o Emirados Arábes Unidos, que chegou até a semifinal do torneio.

Buscando evoluir ainda mais o futebol local, o Al-Wahda, time emiradense, enviou um representante ao Brasil para observar possíveis joias e promessas do nosso país. A missão é encontrar zagueiros e volantes, nascidos em 2000 e 2001, e através de um projeto, nacionalizar os atletas visando defender a seleção dos Emirados na Copa 2022, caso a mesma se classifique.

- Estamos acompanhando de perto este trabalho, é um projeto interessante e muito inovador. A ideia deles é evoluir o futebol do país ainda mais, e nada melhor do que contar com os brasileiros, que são conhecidos por serem os melhores do mundo - contou o empresário Hikmat Derbas, da KAH Sports, que foi indicada para acompanhar Ammar, o representante emiradense.

- O Ammar nos pergunta bastante coisa, estamos passando pra ele tudo que sabemos daqui. Vamos ajudá-lo no que precisar, tudo em prol dessa evolução e desse projeto, que é muito bacana - concluiu o empresário.

Mais Esporte