Topo

Esporte


Neres e Firmino bem, Ederson mal: As atuações dos brasileiros na Champions

Action Images via Reuters/Lee Smith
Imagem: Action Images via Reuters/Lee Smith

2019-04-11T13:55:06

11/04/2019 13h55

Muitos brasileiros estiveram em campo neste meio de semana pelas quartas de final da Liga dos Campeões da Europa. Alguns brilharam marcando gols, como são os casos de David Neres e Roberto Firmino, outros se destacaram com boas atuações, como Alisson e Fabinho, enquanto outros não tiveram um dia iluminado, como Ederson, Alex Telles e Philippe Coutinho.

Confira o balanço dos brasileiros nesta fase de ida das quartas da Liga dos Campeões:

ROBERTO FIRMINO E DAVID NERES

Dos 19 brasileiros que estiveram em campo nesta fase de ida das quartas de final da Champions League, só David Neres e Roberto Firmino balançaram as redes. O atacante do AJax fez um belo gol no empate do clube holandês com a Juventus, enquanto o centroavante do Liverpool marcou um dos gols na vitória dos Reds sobre o Porto por 2 a 0. Além dos gols, ambos se destacaram uma ótima exibição.

ALISSON E FABINHO

Outros dupla brasileira que merece uma lembrança nesta relação são dois jogadores do Liverpool. Fabinho e Alisson foram fundamentais na vitória do time inglês na terça-feira contra o Porto. O meio-campista foi muito bem tanto na frente, quanto na marcação, enquanto o goleiro foi preciso quando necessário e salvou o time de Jurgen Klopp em alguns lances.

GABRIEL JESUS E LUCAS MOURA

Tottenham e Manchester City fizeram um bom jogo na última quarta-feira, que acabou em 1 a 0 para o time de Mauricio Pochettino. Gabriel Jesus e Lucas Moura estiveram em campo, mas por pouco tempo. Os dois atacante entraram na segunda etapa e não acrescentaram muito.

Lucas entrou aos 15 minutos no lugar do lesionado Kane e implementou bastante velocidade ao ataque dos Spurs. Kun Aguero deu lugar a Gabriel Jesus, que entrou faltando 20 minutos para o término de jogo. Foi pego em impedimento três vezes e não teve chances de gol.

FERNANDINHO E EDERSON

Ainda na partida entre Tottenham e Manchester City, disputada na nova casa dos Spurs, outros dois brasileiros também estiveram em campo. Presentes os 90 no gramado, Fernandinho e Ederson não fizeram um grande jogo. O volante errou muitos passes e não conseguiu controlar as ações no meio-campo. Já o goleiro, falhou no gol de Son, onde a bola passou por debaixo dele.

TIQUINHO SOARES, OTÁVIO E ALEX TELLES

A equipe do Porto é recheada de brasileiros e cinco estiveram em campo na partida contra o Liverpool. Três deles foram Tiquinho Soares, Otávio e Alex Telles. O atacante não teve nenhuma oportunidade mais clara de gol e foi substituído no segundo tempo. O meia teve alguns momentos de lucidez, mas errou um recuo de bola que quase resultou em gol do Liverpool. Alex Telles, que tinha acabado de se recuperar de lesão, não parecia estar 100% no jogo e não fez uma boa partida.

ÉDER MILITÃO E FELIPE

Fechando a lista dos brasileiros pelo Porto, Éder Militão e Felipe formaram a dupla de zaga dos Dragões na derrota para os Reds. Apenas dos 2 a 0, os brasileiros não tiveram falhas individuais, mas sofreram com a rápida movimentação do ataque do Liverpool. Militão levou a melhor na maioria dos lances de um contra um.

ALEX SANDRO E DOUGLAS COSTA

Na Juventus, dois brasileiros estiveram em campo na partida contra o Ajax na última quarta-feira. Presente os 90 minutos no gramado, o lateral Alex Sandro não fez um grande jogo e pelo lado dele surgiram grandes oportunidades de gols para o Ajax, principalmente com Ziyech. Já Douglas Costa entrou na segunda etapa e deu novo fôlego para a Juventus. O atacante de 28 anos foi bem no pouco tempo que esteve em campo e acertou a trave num bom chute cruzado.

FRED, COUTINHO E ARTHUR

Na última quarta-feira três brasileiros estiveram em campo no duelo entre Manchester United e Barcelona, no Old Trafford. Pelo lado inglês, Fred fez uma boa partida e foi um dos melhores em campo do time de Solskjaer. Já no lado catalão Arthur e Philippe Coutinho não tiveram uma noite muito iluminada e pouco contribuíram para a equipe. Ernesto Valverde sacou os dois meias na etapa final.

Mais Esporte