Topo

Peres diz que 'guerra política' no Santos preocupa até parceiro de retrofit

Roberto Diomedi, do Bolton Holding Group, e José Carlos Peres, presidente do Santos - Reprodução/LinkedIn
Roberto Diomedi, do Bolton Holding Group, e José Carlos Peres, presidente do Santos Imagem: Reprodução/LinkedIn

16/04/2019 08h55

O presidente José Carlos Peres fez um rápido comentário sobre a briga política no Santos. O mandatário disse que o clima negativo preocupa até Roberto Diomedi, CEO da Bolton Holding, empresa que tem a intenção de fazer o retrofit da Vila Belmiro.

"Todos temos que nos unir. Essa guerra política preocupa até o Roberto Diomedi. Estão matando o Santos", falou Peres.

Peres, inclusive, teve bastante dificuldade em explicar o balanço financeiro de 2018 na reunião do Conselho Deliberativo do clube, na última segunda-feira. O presidente do Santos era constantemente interrompido por alguns conselheiros.

O mandatário santista nunca foi unanimidade no Conselho, que até já pediu um Impeachment, recusado em setembro do ano passado. O descontentamento aumentou após o déficit revelado pelo Conselho Fiscal na última semana.

Diomedi e Peres assinaram um carta de intenção no mês passado, que prevê um parceria para o aumento da capacidade da Vila Belmiro nos próximos anos. Vale lembrar que o presidente do Peixe espera um estádio com até 23.000 lugares.

Porém, nos últimos dias, Diomedi se sentiu incomodado com alguns rumores envolvendo o intermediário Stefano Cionini, presidente da Mister Colibri, empresa acusada de integrar um esquema de pirâmide financeira no Brasil, segundo o 'GloboEsporte.com'.

O resultado foi a demissão de Cionini na empresa e um desabafo de Diomedi nas redes sociais, afirmando que repensaria na parceria antes de assinar definitivamente com o Santos.