Topo

Futebol


Santos vence e abre boa vantagem sobre o Vasco na Copa do Brasil

2019-04-17T21:11:21

17/04/2019 21h11

O Santos saiu na frente na luta por uma vaga nas oitavas de final da Copa do Brasil. O Peixe venceu o Vasco, nesta quarta, por 2 a 0, na Vila Belmiro, pela quarta fase do torneio. Os donos da casa demonstraram superioridade e mereceram o resultado, construído com gols de Rodrygo e Jean Mota, ambos no segundo tempo. O Cruz-Maltino, por sua vez, teve uma postura defensiva e não foi um adversário à altura do time de Sampaoli.

O jogo de volta será na próxima quarta, em São Januário. Para seguir na Copa do Brasil sem depender dos pênaltis, o Vasco terá que vencer por três gols de diferença.

Propostas muito diferentes

As escalações de Santos e Vasco deixaram claro que as equipes tinham propostas de jogo completamente distintas. O time carioca foi a campo com três volantes e tentou segurar o ímpeto do Peixe. Os comandados de Sampaoli, por sua vez, tinham uma postura ofensiva e acionavam os pontas Rodrygo e Soteldo a todo momento, na tentativa de furar o bloqueio cruz-maltino.

Movimentação e chances desperdiçadas

O primeiro tempo não teve gols, mas foi bem movimentado. O Santos controlou as ações, porém não teve chances claras. Na melhor delas, Pituca cabeceou para fora. Acuado, o Vasco criou pouco, mas quase abriu o placar na melhor oportunidade da primeira etapa, com Ricardo Graça, de cabeça.

Com 'sede', Santos abre o placar

O Peixe voltou do intervalo pressionando e abriu o placar com Rodrygo, aos dois minutos. Em uma jogada entre os pontas, Soteldo cruzou na medida para Rodrygo finalizar de primeira, sem chance para Gabriel Félix. Pikachu não conseguiu acompanhar o veloz atacante santista na jogada.

Peixe amplia

Mesmo em desvantagem, o Vasco seguiu insistindo em contra-ataques. Yan Sasse levou perigo em um bom chute. Porém, o Peixe ampliou a vantagem aos 20 minutos. Jean Mota recebeu passe de Rodrygo na entrada da área, limpou a marcação de Danilo Barcelos e chutou colocado, com categoria: 2 a 0. O Santos ainda teve ótima oportunidade de fazer o terceiro, mas Rodrygo desperdiçou.

Técnicos elétricos

Conhecidos pelo estilo muito ativo, Jorge Sampaoli e Alberto Valentim foram dois personagens à beira do campo. Os dois gritaram muito e não perdoaram os ouvidos do quarto árbitro. De tão fervorosos, eles levaram "puxões de orelha" da arbitragem. No fim, o argentino saiu satisfeito: vitória em casa e vantagem no confronto.

FICHA TÉCNICA:

SANTOS 2 x 0 VASCO

Local: Vila Belmiro, Santos (SP)

Data-horário: 17 de abril de 2019, quarta-feira, às 19h15

Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS) - Nota L!: 6,5 - Conduziu o jogo com tranquilidade e foi bem em lances importantes

Assistentes: Jorge Eduardo Bernardi (RS) e Leirson Peng Martins (RS)

Cartões amarelos: Willian Maranhão (VAS); Rodrygo e Gustavo Henrique (SAN)

Público e renda: 8.659 pagantes / R$ 388.682,50

Gols: Rodrygo, 2'/2°T (1-0); Jean Mota, 20'/2°T (2-0)

SANTOS: Éverson, Victor Ferraz, Felipe Aguilar, Gustavo Henrique e Diego Pituca; Alison, Carlos Sánchez (Eduardo Sasha, 40'/2°T) e Jean Mota (Jean Lucas, 34'/2°T); Rodrygo, Soteldo e Derlis González (Jorge, 22'/2°T). Técnico: Jorge Sampaoli.

VASCO: Gabriel Félix; Cáceres (Claudio Winck, 33'/2°T), Werley, Ricardo Graça e Danilo Barcelos; Willian Maranhão (Maxi López, 26'/2°T), Raul e Lucas Mineiro; Yago Pikachu (Lucas Santos, 23'/2°T), Yan Sasse e Marrony. Técnico: Alberto Valentim.

Mais Futebol