Topo

Futebol


Chapecoense irá pedir anulação da final do Catarinense, afirma presidente

2019-04-22T16:15:53

22/04/2019 16h15

O polêmico pênalti batido por Bruno Pacheco que determinou o título estadual do Avaí segue reverberando de maneira intensa nos bastidores. Como, inclusive, deixou bem claro o presidente da Chapecoense, Plínio David De Nes Filho, logo depois do confronto na Ressacada.

- Não reconhecemos o resultado, vamos pedir o cancelamento da partida pela falha individual do árbitro Bráulio da Silva Machado, que deve ser afastado por seis meses a um ano, ele não merece nosso respeito, pois está denegrindo a imagem do futebol catarinense.

O lance em questão chegou inclusive a ser revisado pelo Árbitro de Vídeo e, na análise feita, foi confirmado o gol por parte de Bráulio e a festa da Azzurra foi completa.

Rubens Angelotti, presidente da Federação Catarinense de Futebol (FCF), comentou também depois do confronto tanto sobre a possível apelação por parte do mandatário do Verdão do Oeste bem como a invasão de gramado do torcedor do Avaí antes mesmo do protocolo de premiação.

- O tribunal é que vai julgar se compete ou não. Ele tem o direito. Infelizmente manchou a entrega do nosso troféu, teve a invasão de campo do Avaí. O Tribunal pode punir o Avaí com perda de mando de campo e multa. Vamos ver o que o procurador vai citar e o que o Tribunal vai julgar - afirmou Angelotti.

Mais Futebol