Topo

Santos

Sampaoli vê Jobson com o estilo do Santos, mas espera adaptação

Marcello Zambrana/AGIF
Jobson, durante partida entre Red Bull e Palmeiras Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

2019-04-22T10:56:19

22/04/2019 10h56

Na última semana o Santos anunciou a contratação do volante Jobson, do Red Bull Brasil, após boa campanha no Paulistão-2019. Desejado pelo clube e pela comissão técnica desde as primeiras rodadas do estadual, o jogador chega para reforçar o elenco santista com status de quem pode se encaixar perfeitamente com o estilo de jogo praticado pelo time na temporada. Análise feita e aprovada pelo mentor desse padrão de desempenho: Jorge Sampaoli.

Após a vitória sobre o Vasco, por 2 a 0, na última quarta-feira, o comandante argentino comentou, em entrevista coletiva, a contratação de Jobson pela primeira vez depois do anúncio oficial do negócio. Para ele, a vinda do meio-campista tem potencial para casar bem com a equipe, no entanto precisará esperar o momento certo para que possa elevar a qualidade do grupo.

"O que vimos em Jobson é um jogador que tem muita capacidade, muita técnica, sabe se movimentar, sabe encontrar jogadores livres, o que tem muito a ver com o nosso jogo. De qualquer jeito, terá que entrar em forma para se adaptar à dinâmica da equipe, mas tem capacidade para potencializar esse grupo. Individualmente, quando estiver bem, nos dará muito futebol", analisou Sampaoli, ao ser questionado sobre o ex-RB Brasil.

Se olharmos para os números de Jobson durante o Paulistão, veremos realmente semelhança com o estilo de jogo santista. Isso porque quando comparamos as estatísticas de passes certos fornecidas pelo Footstats, dominada por jogadores do Peixe, ele aparece com a terceira melhor média (50,3 por jogo), perdendo apenas para Gustavo Henrique (58,6 por jogo) e Diego Pituca (59,5 por jogo).

A princípio, o meio-campista chega para disputar posição com Alison, que não tem um reserva imediato no elenco. Apesar de jogar também como segundo volante, pela capacidade de rodar a bola, a ideia da comissão técnica com Jobson é ter uma alternativa no setor, qualificando a primeira saída da defesa para o ataque, além de, é claro, poder descansar o titular absoluto da função.

E se depender de números, mais uma vez, o ex-Red Bull apresentou um ótimo cartão de visitas no Paulistão. No ranking de média de desarmes certos por jogo, o volante tem a segunda posição (3,1 por jogo), atrás apenas do lateral-direito Fagner (3,4 por jogo), do Corinthians. Enquanto isso, Alison (2,8 por jogo), é o quinto colocado dessa lista.

De acordo com os dados apresentados acima, a contratação do jogador foi feita de forma cirúrgica, ou seja, alguém que marque e desarme, mas também tenha qualidade de passe e de distribuição de jogo. No entanto, Jobson ainda precisará de algum tempo para ficar pronto para a estreia, mas deverá ganhar chances no setor, principalmente durante o Campeonato Brasileiro.

Confira os rankings citados acima:

Média de Passes Certos - Paulistão-2019

Diego Pituca - Santos - 59,5 passes certos por jogo

Gustavo Henrique - Santos - 58,6 passes certos por jogo

Jobson - Red Bull - 50,3 passes certos por jogo

Felipe Aguilar - Santos - 49,8 passes certos por jogo

Tony - Ferroviária - 47,9 passes certos por jogo

Média de Desarmes Certos - Paulistão-2019

Fagner - Corinthians - 3,4 desarmes certos por jogo

Jobson - Red Bull - 3,1 desarmes certos por jogo

Betinho - Oeste - 2,9 desarmes certos por jogo

Aderlan - Red Bull - 2,8 desarmes certos por jogo

Alison - Santos - 2,8 desarmes certos por jogo