Topo

Futebol


Conselheiros exigem nova discussão para reduzir vitalícios no Palmeiras

2019-04-25T11:00:00

25/04/2019 11h00

Uma pressão já antiga vem ganhando mais força no Conselho Deliberativo (CD) do Palmeiras. Membros do órgão vêm protocolando requerimentos para que o presidente do CD, Seraphim Del Grande, recoloque em discussão a redução de conselheiros vitalícios, algo que já foi alvo até de votação no ano passado.

Em 16 de abril, oito conselheiros solicitaram a reabertura da discussão sobre a redução do número de conselheiros vitalícios de 148 para 100, em movimento que ganhou adesões e, agora, tem um total de 23 apoios. Em outro requerimento, apresentado em 23 de abril, quatro conselheiros também solicitaram a diminuição de conselheiros vitalícios, mas para 120 cadeiras.

O Conselho Deliberativo é formado por 300 conselheiros, divididos da seguinte forma: 148 vitalícios e 152 com mandatos de quatro anos. Das cadeiras de vitalícios, 23 estavam vagas e 27 candidatos concorreram a elas em eleição realizada em 21 de janeiro. Para ser eleito era preciso atingir a votação de 50% dos presentes mais um. Como 238 estavam na reunião, seriam necessários 120 votos. Assim, oito se tornaram vitalícios.

Esta eleição gerou divergências desde o início no Palmeiras. Ao se discutir no ano passado a mudança de estatuto, um dos temas em pauta era a diminuição do número de cadeiras para vitalícios. O Conselho brecou esta proposta, e, por isso, a assembleia de sócios votou se concordava, ou não, com a decisão do CD de manter o número atual.

Os associados votaram contra a decisão do conselho, mas não em número suficiente para reverter a decisão e diminuir o número de vitalícios. A expectativa era de que o tema voltasse a ser tratado no CD, o que não aconteceu. Seraphim Del Grande, presidente do órgão, então, convocou a votação, que gerou reclamações de oposicionistas, sob o argumento de que a vontade do associado não foi levada em conta.

- As votações no Conselho e pelos associados demonstraram que há um amplo apoio à redução do número de vitalícios no clube. A tendência é de que mais conselheiros apoiem esta pauta, pois a democratização do Conselho e do clube é assunto fundamental para o futuro do Palmeiras - disse o conselheiro José Apparecido.

Assinam o pedido para rediscutir a redução do número de conselheiros vitalícios para 100 cadeiras os seguintes conselheiros: Adauto Ricardo Sobreira de Lima, Augusto Volta D'Alessio, Carlos Alberto Pereira, Emerson da Rosa, Felipe Giocondo Cristovao, João Carlos Minello, José Antonio Apparecido Junior, José Antonio do Rosario, José Corsini Filho, José Luiz Portella Pereira, Luis Henrique Monteiro Fronterotta, Luiz Fernando Marrey Moncau, Luiz Mousinho, Marcio Wilson Severini D'Andrea, Marcos Antonio Gama, Mauricio Vituzzo, Renato Marino, Ricardo Alberto Galassi, Ricardo Spinelli Poppi, Roberto Fleury de Souza Bertagni, Savério Orlandi, Sylvio Toshiro Mukai e Vinicius Feres Zucca.

Mais Futebol