Topo

Palmeiras

Forte visitante: Palmeiras leva números positivos fora para decisão no Peru

Marcello Zambrana/AGIF
Jogadores do Palmeiras comemoram o gol de Dudu durante partida contra o Junior Barranquilla pela Libertadores 2019 Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

2019-04-25T08:46:03

25/04/2019 08h46

Hoje, às 23h (horário de Brasília), o Palmeiras encara uma decisão no Peru. O time precisa só de um ponto para se garantir nas oitavas de final da Taça Libertadores, mas enfrenta um Melgar desesperado, que só segue vivo se vencer, e jogará em casa. Porém, na competição continental, atuar nos domínios adversários não é um problema histórico para o Alviverde.

Nenhum brasileiro fez mais gols como visitante no principal torneio do continente quanto o Palmeiras: são 129, contra 109 do Grêmio e 106 do Cruzeiro. O time ainda divide com a raposa a liderança entre as equipes do país com mais vitórias fora no campeonato: 34 para ambos.

No geral, o Palmeiras acumula 94 triunfos na Libertadores. Somente dois brasileiros são superiores: o Cruzeiro, que atingiu 95 ao bater o venezuelano Deportivo Lara na última terça-feira (23) e que será igualado caso a equipe do técnico Luiz Felipe Scolari vença o Melgar, e o Grêmio, com 98 vitórias.

Os números ainda são amplamente alviverdes na análise contra times peruanos. Em compromissos pela Libertadores jogando na nação do Melgar, são seis partidas, acumulando cinco vitórias e uma derrota, com 18 gols a favor e somente oito contra. O retrospecto geral é ainda mais favorável.

Contra equipes peruanas na Libertadores, são 11 vitórias e apenas duas derrotas em 13 encontros. Diante de compatriotas do Melgar, são 44 jogos disputados, com 30 vitórias palmeirenses, seis empates e apenas oito derrotas sofridas, acumulando 101 gols marcados e 44 sofridos.

O próprio Melgar nunca tinha enfrentado o Palmeiras, e acabou levando 3 a 0 no Allianz Parque, em 12 de março, pela segunda rodada do Grupo F da Libertadores. E o time peruano chega à penúltima rodada desta fase com cinco pontos, quatro abaixo do Alviverde, segundo colocado. Se os anfitriões não vencerem nesta noite, já estarão eliminados.

"Para nós, esse jogo é mais uma final. A partir de agora, temos jogos decisivos, principalmente na Libertadores. Precisaremos competir e disputar muito. Será um jogo muito difícil. Sabemos disso porque eles jogam a vida deles. Será muito difícil, como tem sido todos os outros jogos da Libertadores", analisou o meio-campista Zé Rafael.

O Palmeiras tem situação mais tranquila, mas não pode vacilar para manter a meta de ser líder do grupo. A equipe tem nove pontos e basta mais um para estar nas oitavas de final. A ponta da chave é do argentino San Lorenzo, com dez pontos. Para não depender de um tropeço dos argentinos contra o Junior Barranquilla, também nesta quinta-feira, na Colômbia, o Alviverde tem de vencer no Peru e, também, derrotar o San Lorenzo no dia 8, no Allianz Parque.