Topo

Limite de estrangeiros faz Copete ser 'esquecido' e sacrificado no Santos

Copete conduz a bola na partida Santos x Guarani pelo Campeonato Paulista 2019 - Ale Cabral/AGIF
Copete conduz a bola na partida Santos x Guarani pelo Campeonato Paulista 2019 Imagem: Ale Cabral/AGIF

25/04/2019 09h17

O limite de estrangeiros e a lateral esquerda bem reforçada fizeram com que o atacante Copete fosse 'esquecido' e sacrificado no Santos. O colombiano não tem sido relacionado para as últimas partidas pelo técnico Jorge Sampaoli.

Nos últimos sete jogos, Copete sequer integrou o banco de reservas em seis. O jogador só foi relacionado por Sampaoli contra o Vasco, há uma semana, pelo meia Cueva ter cumprido suspensão automática.

Copete era escalado inicialmente pela lateral esquerda no começo do ano, porém, com as chegadas de Felipe Jonatan e Jorge, atletas do setor, o colombiano perdeu ainda mais espaço.

Vale lembrar que o colombiano pode ser utilizado como moeda de troca. Ele tinha mercado no ano passado, quando foi sondado por Vitória e Atlético-MG, porém o Santos não teve a intenção em dividir o salário em um possível empréstimo.

Nesta temporada, Copete esteve em campo em 14 oportunidades e marcou um gol, este contra o São Bento, em janeiro. Porém, não atua em um jogo há um mês, no jogo de volta das quartas de final do Paulistão diante do Red Bull Brasil.

Copete chegou na metade de 2016 e foi peça fundamental no esquema do técnico Dorival Jr. Porém, dois anos depois, não foi unanimidade com Jair Ventura e Cuca. Ao todo, já disputou 134 partidas e marcou 26 gols, sendo o maior artilheiro estrangeiro da história do Peixe.