Topo

Futebol


Artilheiro, Scarpa participa de quase um terço dos gols do Verdão no ano

26/04/2019 08h00

A vitória por 4 a 0 sobre o Melgar, nessa quinta-feira, no Peru, deixou claro de uma vez: Gustavo Scarpa é o cara do Palmeiras em 2019. O meia participou de todos os gols do time, balançando as redes duas vezes, isolou-se como artilheiro do clube na temporada e atingiu uma marca significativa: em quase um terço dos gols do Verdão, ele foi o autor ou deu a assistência.

O camisa 14 acumula seis gols e quatro assistências na temporada, participando diretamente de dez das 31 vezes em que os comandados do técnico Luiz Felipe Scolari balançaram as redes (32,35% de participação). E o jogador atingiu isso em 15 partidas, o que significa que, em média, a cada três atuações, Gustavo Scarpa participa de dois gols, balançando as redes ou dando um passe para um companheiro fazer.

Gustavo Scarpa é um dos artilheiros do Palmeiras na temporada há um mês, quando balançou as redes duas vezes na vitória por 5 a 0 sobre o Novorizontino, pelo Campeonato Paulista, mas dividia o posto com Ricardo Goulart. Agora, isolou-se, com seis gols, dois a mais do que o camisa 11, que atuou quatro vezes a menos do que o ex-jogador do Fluminense em 2019.

O cruzamento que deu para Gustavo Gómez abrir a vitória no Peru também tornou Gustavo Scarpa líder de assistências no Palmeiras no ano. O meia deu quatro passes para gol, assim como Dudu, mas com quatro jogos a menos em comparação ao camisa 7. Contra o Melgar, além dos dois gols e do cruzamento para Gómez, Scarpa lançou para Hyoran dar a assistência a Moisés, em uma participação indireta, mas fundamental no lance que fechou a goleada.

Especificamente na Libertadores, a importância de Gustavo Scarpa fica ainda maior. É o artilheiro isolado do time no torneio, balançando as redes três vezes, e, também, quem mais deu assistências: duas, assim como Dudu e Ricardo Goulart. O camisa 14 participou diretamente de cinco dos 12 gols da equipe na competição - quase metade, ou 41,67%.

O meia atingiu esses números em quatro partidas no campeonato continental. Gustavo Scarpa ratificou-se como uma das principais apostas ofensivas de Felipão, tanto que, na Libertadores, não foi titular somente contra o San Lorenzo, na Argentina, por problemas particulares. Curiosamente, na única derrota do Palmeiras no torneio - ficou 1 a 0 para os anfitriões.

A ascensão de Scarpa é clara. Em 2019, ele já fez tantos gols quanto no ano passado, o seu primeiro pelo Palmeiras, quando enfrentou problemas judiciais na rescisão com o Fluminense e uma lesão no pé direito. Em 2018, o camisa 14 fez 24 partidas, seis gols e deu duas assistências, sendo que dois desses gols ocorreram em dois amistosos. Agora, balançou as redes as mesmas seis vezes, só que com nove partidas a menos e disputando apenas jogos oficiais.

- Graças a Deus, as coisas vêm dando certo. Consegui aprimorar muito a parte física, isso vem me ajudando muito. Os preparadores físicos do Palmeiras me dão o maior apoio e suporte. E estou sabendo aproveitar bastante a estrutura que o Palmeiras oferece. Fico feliz com isso e com a confiança que o grupo me passa - comemorou Gustavo Scarpa.

Mais Futebol