Topo

Futebol


Brasileirão 2019: Com estilo de jogo consistente, Internacional chega para brigar na parte alta

2019-04-26T08:30:00

26/04/2019 08h30

No ano passado, o Internacional vivia a expectativa de retornar a Série A do Brasileirão depois do acesso em 2017 e conseguiu contrariar todos os prognósticos ao ser o terceiro colocado com um estilo de jogo baseado na consistência defensiva e uma saída ofensiva veloz e certeira. Seguindo a mesma linha de raciocínio em 2019, o Colorado tenta não só conquistar o primeiro título com Odair Hellmann no comando como também sair da incômoda fila de três décadas sem conquistar o principal torneio nacional.

CRIAÇÃO DE IDENTIDADE EM GRANDE CAMPANHA

Chegando sob olhares desconfiados de uma Série B apenas suficiente para conseguir o acesso, tendo Odair comandado a equipe apenas na reta final do vice-campeonato, e depois de um Gauchão com eliminação nas oitavas para o arquirrival, a Série A de 2018 foi a grande oportunidade para o treinador efetivamente aplicar seus conceitos a nível nacional. E a missão foi cumprida com louvor.

Diante de um padrão de jogo onde a defesa forte combinava com saídas rápidas no contra-ataque e um volume bastante linear nos dois sentidos, o Colorado ficou em terceiro lugar na classificação final com 69 pontos divididos em 19 vitórias, 12 empates e sete derrotas com 51 gols marcados e 29 sofridos. Sendo que, em boa parte da competição, brigou palmo a palmo pela liderança.

PELO FIM DO JEJUM

Diante da temporada positiva que vive a equipe com o vice do Gauchão nas penalidades frente ao Grêmio e a classificação bastante antecipada as oitavas de final da Copa Libertadores, a expectativa pelos lados do Beira-Rio é de que a equipe consiga não só chegar nas primeiras posições como também fazer de 2019 o ano do término de uma incômoda marca.

Isso porque, apesar de ter sido bem-sucedido num período recente com ênfase na segunda metade dos anos 2000, a última vez em que o time de Porto Alegre faturou o Brasileirão foi no longínquo ano de 1979, algo que pode completar exatamente nesse ano quatro décadas de 'fila'.

MANUTENÇÃO DE PLANTEL E REFORÇOS PONTUAIS

Em tempos de maiores restrições financeiras em seu orçamento, tanto na última temporada como na atual o Inter preferiu fazer menor 'alarde' no mercado e, já tendo uma boa base montada, utilizou a janela de transferências para se reforçar de maneira pontual com a chegada de nomes importantes como Neílton, Guilherme Parede, Rodrigo Lindoso, Bruno e Tréllez.

Além do retorno do ídolo Rafael Sóbis, é inegável que o ganho mais considerável em qualidade para o plantel foi a possibilidade de poder, finalmente, utilizar o centroavante peruano Paolo Guerrero. Trazido em agosto de 2018 mesmo estando suspenso devido a punição por doping, o Colorado cuidou de dar o suporte necessário e já colhe os frutos: em cinco jogos, ele marcou três gols.

TIME-BASE

Desde o ano passado com a lesão de Danilo Fernandes, Marcelo Lomba vem fazendo apresentações que não fazem o torcedor do Colorado lembrar da ausência do antigo dono da posição. Seguro nos mais diferentes aspectos, ele é uma das figuras destacadas na linha de zaga que segue idêntica ao período áureo de 2018. Com a recente lesão de Willian Pottker, o camisa 99 perdeu espaço na função e tem feito Odair Hellmann rodar opções no setor onde, do outro lado, Nico López se destaca ainda mais do que já havia feito muito bem na última temporada.

?

A escalação mais comum do Internacional em 2019 tem sido Marcelo Lomba; Zeca, Rodrigo Moledo, Víctor Cuesta e Iago; Rodrigo Dourado, Edenílson, Patrick, Nico López e D'Alessandro; Guerrero.

A TABELA ANTES DA COPA AMÉRICA

Chapecoense x Internacional - 19 h - Arena Condá - 27/04

Internacional x Flamengo - 16 h - Beira-Rio - 01/05

Palmeiras x Internacional - 19 h - Allianz Parque - 04/05

Internacional x Cruzeiro - 16 h - Beira-Rio - 12/05

Internacional x CSA - 16 h - Beira-Rio - 19/05

Santos x Internacional - 16 h - Vila Belmiro - 26/05

Internacional x Avaí - 19 h - Beira-Rio - 02/06

Vasco x Internacional - 11 h - São Januário - 09/06

Internacional x Bahia - 21h30 - Beira-Rio - 12/06

OPINIÃO DO SETORISTA

Talvez o único grande questionamento ao time do Internacional seria a possível priorização de outras competições (Libertadores e/ou Copa do Brasil) em detrimento do BR-2019 bem como a forma que o elenco reagirá a isso (elemento que não existia no calendário de 2018) tanto em qualidade como em resultados. No mais, o potencial demonstrado pelo conjunto de Odair Hellmann é para as primeiras posições da tabela no BR-2019.

Mais Futebol