Topo

Futebol


No limite! Rodolfo brilha nos pênaltis e Flu elimina Santa Cruz na Copa BR

26/04/2019 00h05

O Fluminense passou por um grande sufoco na Copa do Brasil. Porém, após uma partida abaixo da média, na qual abusou dos erros e foi derrotado por 2 a 0 pelo Santa Cruz (com gols de Jô e Pipico) na noite desta quinta-feira, no Arruda, o Tricolor das Laranjeiras viu Rodolfo se sobressair para conduzir a equipe à próxima fase do torneio. O goleiro pegou dois pênaltis e garantiu o triunfo por 3 a 2 na marca de cal contra o Santinha.

Após obterem a vaga às oitavas de final da Copa do Brasil, os tricolores voltam suas atenções para o Brasileirão. Neste domingo, o Fluminense faz sua estreia na competição, contra o Goiás, às 19h, no Maracanã.

Sob tensão

A tensão rondou o Fluminense na etapa inicial. Acuada por um Santa Cruz intenso que pressionava sua saída de bola, a equipe de Fernando Diniz desdobrou-se para conter os avanços de Patrick e Augusto. Embora tivesse espaços para contra-ataques, o tricolor tropeçava em erros e via seu poder de fogo diluir. Na oportunidade mais nítida, Everaldo deixou Luciano na cara do gol, mas o camisa 18, diante de um Anderson caído, finalizou para fora.

Fica de olho...

Aos poucos, a Cobra Coral encontrou caminhos na defesa tricolor. Charles encheu o pé e fez Rodolfo se desdobrar para defender cobrança forte de falta. Em seguida, Airton "cochilou" diante de Augusto. O camisa 11 soltou uma pancada, mas a bola carimbou no travessão. Já o Fluminense, aos trancos a barrancos, voltou a ter lampejos em contra-ataques. Everaldo alçou e Yony González bateu rente à trave. Luciano ainda desperdiçou outra chance.

Acerta esse pé!

O Fluminense voltou do intervalo em ritmo acelerado e achando brechas, mas colecionando chances desperdiçadas. Yony González foi lançado na esquerda e encheu o pé e chutou por cima. Em seguida, Bruno Silva arriscou da entrada da área, mas pegou muito mal na bola. Em nova investida, Anderson esticou-se para salvar chance de Luciano. O camisa 1 da Cobra Coral ainda mostrou-se firme para defender duas conclusões de Gilberto.

Cochilos (quase) fatais

Os erros na frente custaram muito caro ao Tricolor das Laranjeiras. Mostrando mais vontade, o Santinha viu que a zaga do Fluminense não era infalível. Charles alçou e, após desvio de João Victor, Jô bateu rasteiro diante de um Rodolfo hesitante. O gol sofrido trouxe uma sequela bem forte: em nova hesitação pelas laterais, Augusto avançou como quis pela área e, mesmo após quase se atrapalhar ao tentar driblar Rodolfo, fuzilou para garantir o segundo gol do time da casa. Embora tenha lançado Pedro, Fernando Diniz continuou a ver sua equipe atabalhoada ofensivamente e não evitou que a decisão da vaga fosse para os pênaltis.

Rodolfo brilha e classifica Flu nos pênaltis

Na marca de cal, a estrela de Rodolfo falou mais alto e garantiu o Fluminense na próxima fase da Copa do Brasil. O goleiro tricolor foi decisivo ao espalmar a cobrança de Marcos Martins e saiu para a comemoração depois de decretar o placar de 3 a 2, ao ficar no meio da meta para pegar a batida de William Alves. Luciano, Pedro e Airton converteram as cobranças do Tricolor das Laranjeiras, enquanto Gilberto permitiu defesa de Anderson. Já o Santinha, que jogou melhor e viu Charles cobrar para fora, marcou com Pipico e Guilherme Queiroz, saiu de campo vendo a equipe de Fernando Diniz se classificar no limite.

FICHA TÉCNICA

SANTA CRUZ 2 (2) x (3)0 FLUMINENSE

Data-Hora: 25-04-19 - 21h30

Estádio: Arruda, em Recife (PE)

Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza (SP) Nota L!: 5,0 - Embora não tenha cometido erros graves, aceitou passivamente a pressão que os jogadores faziam a cada lance.

Assistentes: Vitor Carmona Metestaine e Luiz Alberto Andrini Nogueira (SP)

Público / Renda: 25.802 pagantes / R$ 323.000,00

Cartões amarelos: Pipico (STC), Caio Henrique e Airton (FLU)

Gols: Jô, 27, 2º T (1-0), Pipico, 29, 2º T (2-0)

Nas cobranças: Pipico e Guilherme Queiroz acertaram para o Santa Cruz, Charles, Marcos Martins e William Alves desperdiçaram. Luciano, Pedro e Airton converteram para o Fluminense, e Gilberto desperdiçou.

SANTA CRUZ: Anderson. Marcos Martins, João Victor, William Alves e Carlos Renato; Charles, Italo Henrique e Patrick (Guilherme Queiroz, 21, 2º T); Dudu (Jô, 38, 1º T), Augusto (Elias, 37, 2º T) e Pipico. Técnico: Leston Júnior

FLUMINENSE: Rodolfo; Gilberto, Matheus Ferraz, Nino e Caio Henrique (Léo Arthur, 46, 2º T); Airton, Bruno Silva e Allan; Everaldo, Luciano e Yony González (Pedro, 32, 2º T). Técnico: Fernando Diniz

Mais Futebol