Topo

Corinthians

Comprar ingresso
Comprar ingresso

Love agrada como '9' do Corinthians, mas Carille deve optar por Gustagol

Marcello Zambrana/AGIF
Vagner Love comemora gol do título do Corinthians na final do Campeonato Paulista contra o São Paulo Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

2019-05-20T06:00:00

20/05/2019 06h00

O Corinthians venceu o Athletico-PR por 2 a 0, fora de casa, no último domingo, e discussão após o duelo não teve como fugir da disputa pela função de camisa 9 do time. Com Vagner Love jogando bem e marcando gol, e a volta de Gustagol, fica a dúvida sobre que será o centroavante titular, embora Fábio Carille tenha dado pistas do que pretende fazer em sua entrevista coletiva.

Sem Gustagol, ainda buscando ritmo de jogo, e com Boselli abaixo das expectativas, o técnico corintiano escalou Vagner Love como o autêntico camisa 9 de seu onze inicial em Curitiba. Apesar do tento anotado, digno de um centroavante, e de reconhecer a bela atuação de seu atacante, Carille voltou a mostrar sua preferência e disse que dará sequência para Gustavo na posição.

"Vou falar de momento, cada vez que o Vagner não jogou de 9, jogou aberto, a gente teve um poder ofensivo maior, a gente incomodou mais o adversário. Optei por iniciar com ele de 9, mas eu sei que possa usar o Love em quatro posições, o Gustavo foi muito guerreiro naquela fase final do campeonato paulista, em que ele jogou com um probleminha, com uma lesão, mas é o nosso artilheiro do ano, e quando ele estiver bem, ele vai ter uma sequência", declarou o comandante em entrevista coletiva na Arena da Baixada.

Gustagol anotou nove gols em 2019, sendo um deles no amistoso contra o Santos, enquanto Love marcou o seu quarto no ano diante do Furacão. Nessa comparação, o artilheiro sai na frente na disputa e na preferência de Carille, mas o autor do gol do título paulista tem mostrado cada vez mais sua importância além das bolas na rede, e é assim que ele diz querer ser visto.

"Fico feliz de estar na minha posição de origem, de ajudar o Corinthians a conquistar os três pontos, se puder dar continuidade ali, eu quero, lógico, mas eu deixo sempre bem claro para o Fábio (Carille) que eu quero ajudar, quero estar em campo, como centroavante ou no lado do campo. No segundo tempo ele me chamou para ver se eu aguentaria fazer o corredor, eu falei que não tinha problema, porque eu quero ajudar sempre", afirmou Love na zona mista da Arena da Baixada depois da vitória por 2 a 0.

Tudo indica que assim que Gustavo puder atuar desde o início, Carille tentará uma formação com ambos entre os titulares, sendo que Love teria a função de jogar pelo lado do campo, ou até mesmo atrás do centroavante, experiência que foi feita com Boselli e não deu certo, mas que tende a ser diferente com o artilheiro corintiano no comando do ataque.

A expectativa é de que isso aconteça já contra o Deportivo Lara, nesta quinta-feira, às 19h15, pela Copa Sul-Americana. Até lá, o time terá alguns dias de treinamento para poder testar a formação que mais agrada a Fábio Carille.