Topo

Flamengo

Jesus admite interesse em Coentrão, Jardel e Jonas e dá recado a atletas

Alexandre Vidal / Flamengo
Técnico Jorge Jesus é apresentado como novo técnico do Flamengo Imagem: Alexandre Vidal / Flamengo

2019-06-13T14:40:14

13/06/2019 14h40

Cercado de expectativas, Jorge Jesus fará a sua estreia como técnico do Flamengo no dia 10 de julho, em duelo contra o Athletico-PR, pela Copa do Brasil. E ele já deu um recado aos jogadores, em entrevista ao jornal português Correio da Manhã. Além disso, o comandante de 64 admitiu que há interesse em um trio de jogadores com quem já trabalhou na Terrinha.

De acordo com Jorge Jesus, o Flamengo prioriza a contratação de um atacante e de um zagueiro e tem o interesse em Jardel, Jonas, ambos do Benfica, e Fábio Coentrão, lateral-esquerdo e que atualmente defende o Rio Ave, tendo ainda "outras possibilidades" na mesa.

"É verdade que o clube está à procura de um ponta de lança [atacante] e de um central [zagueiro]. São jogadores que me interessam, que podem interessar ao Flamengo, mas há outras possibilidades", comentou, pouco depois de avisar:

"Os jogadores têm de jogar o dobro, senão é ruim para eles e para mim. Temos que enquadrar e ajustar o plantel, o elenco, como se diz no Brasil".

Jorge Jesus falou ainda que "a carreira de treinador é muito inconstante, não há certezas absolutas", quando questionado a respeito de um possível retorno breve ao futebol português, onde comandou Jardel, Jonas e Coentrão. Por fim, o técnico passou a sua impressão em relação às projeções no Flamengo.

"Sinônimo de vitórias, que o Flamengo ganhe títulos. Eles estão ansiosos, sonham com a Copa Libertadores e com a final do Mundial de clubes".

O último trabalho do técnico de 64 anos foi no Al-Hilal, da Arábia Saudita. As conquistas do português são grandes em seu país: três campeonatos nacionais e uma Taça de Portugal, com Benfica e Sporting, respectivamente. Ainda faturou a Taça da Liga de Portugal cinco vezes ao comandar a Águia.

Além de Benfica e Sporting, Jesus passou por Amora, Felgueiras, União Madeira Estrela da Amadora, Vitória de Setúbal, Vitória de Guimarães, Moreirense, União Leiria, Belenenses, Braga e Al-Hilal. Em sua carreira como técnico - e também como jogador, como destacou na entrevista -, Jesus habituou-se a trabalhar com brasileiros, o que, na sua visão, facilitará o início no Flamengo.