Topo

Futebol


Militão sente o quadril e sai mais cedo de treino do Brasil no Palmeiras

2019-06-15T17:14:22

15/06/2019 17h14

O primeiro treino da Seleção Brasileira após a vitória por 3 a 0 sobre a Bolívia, na abertura da Copa América, terminou com preocupação: o zagueiro Éder Militão escorregou durante um trabalho de ataque contra defesa, sentiu o lado esquerdo do quadril e abandonou o gramado mais cedo acompanhado do médico Rodrigo Lasmar. A atividade foi realizada na Academia de Futebol do Palmeiras, em São Paulo, e a delegação embarca à noite para Salvador, onde enfrenta a Venezuela às 21h30 de terça-feira, na Fonte Nova.

?Militão, vendido recentemente pelo Porto (POR) ao Real Madrid (ESP), será avaliado pelo departamento médico da Seleção neste domingo para verificar a gravidade do problema. Por enquanto, não há previsão de exames. Assim como Miranda, ele é reserva de Marquinhos e Thiago Silva.

?A boa notícia da tarde foi a presença do volante Arthur em todo o treino no campo. Ele seria titular da equipe contra a Bolívia se não tivesse levado uma pancada no joelho direito durante amistoso contra Honduras. Após perder alguns treinos, o jogador do Barcelona (ESP) deu lugar a Fernandinho no meio de campo brasileiro e ficou como opção no banco no jogo de estreia. Se continuar evoluindo, ele poderá reaparecer entre os 11.

?Além dos titulares da vitória sobre a Bolívia, que ficaram no centro de excelência do Palmeiras realizando trabalhos regenerativos, o goleiro Ederson desfalcou o treino deste sábado. Ele sofreu uma pequena lesão na panturrilha direita na quarta-feira e já não esteve disponível na partida do Morumbi. Há a expectativa de que possa retornar ao campo já neste domingo.

?Seis garotos completaram o treino deste sábado: o goleiro Lucas Bergantin e o volante Patrick, do Palmeiras, e os são-paulinos Carlinhos, lateral-direito, Weverson, lateral-direito, Felipe e Facundo, zagueiros.

Mais Futebol