Topo

Futebol


Pelo grupo do Brasil, Venezuela e Peru ficam no 0 a 0 em Porto Alegre

2019-06-15T18:07:26

15/06/2019 18h07

Próximos adversários do Brasil pela Copa América, Venezuela e Peru ficaram no 0 a 0 neste sábado, na Arena do Grêmio, em Porto Alegre. Mas, apesar do placar em branco, a partida, considerada um confronto direto pela segunda colocação do Grupo A, foi muito movimentada, com o Peru tendo dois gols anulados pelo VAR. Um ponto ficou de bom tamanho para ambas as equipes.

Na próxima terça-feira, a Venezuela encara o Brasil, às 21h30, na Arena Fonte Nova, em Salvador. Um pouco mais cedo no mesmo dia, às 18h30, o Peru enfrenta a Bolívia, no Maracanã.

Jogo aberto

A partida em Porto Alegre começou animada. Logo aos seis minutos, após cruzamento de Cueva para a área da Venezuela, o goleiro Faríñez saiu mal do gol e Gonzáles aproveitou o rebote e finalizou para o gol. Mas, após consulta ao VAR, o árbitro Wilmar Rondan anulou o gol peruano por impedimento no começo do lance.

Equilíbrio foi a tônica do começo da partida. Enquanto a Venezuela ficava mais com a bola e tocava com calma tentando chegar na área adversária, o Peru acelerava o jogo quando tinha a bola. E, em um contra-ataque, quase que o Peru abriu o placar com Cueva. Ele recebeu de Farfán pela esquerda e finalizou perto do gol. Pouco depois, foi a vez dos venezuelanos chegarem. Murillo cruzou para a área e o centroavante Rondón finalizou quase na linha da pequena área, mas Gallese defendeu a queima-roupa. O goleiro peruano voltou a aparecer com uma boa defesa aos 26 minutos, em cobrança de falta de Savarino.

Guerrero aparece

Até então quase sumido do jogo, o centroavante do Internacional teve sua primeira chances aos 36 minutos. E quase marcou. Ele recebeu um cruzamento longo, dominou com o peito já limpando o adversário e finalizou forte, de fora da área, mas a bola saiu por cima do gol. Cinco minutos depois, o ídolo peruano parou em uma boa defesa de Faríñez, após cobrança de falta.

Peru para no VAR, de novo

O começo do segundo tempo foi de poucas emoções na Arena do Grêmio. A única boa chance foi da Venezuela, em cobrança de falta de Rondón que passou perto do gol. Já o Peru só foi chegar aos 17 minutos. E chegou logo no gol, com Farfán, de cabeça. Porém, novamente após consulta ao VAR, o árbitro anulou o tento por impedimento de Flores, que fez o cruzamento para a área, no começo da jogada.

Faríñez salva

Com a expulsão do venezuelano Mago, aos 29, pelo segundo cartão amarelo, o Peru foi para a cima do adversário. E quase marcou logo um minutos depois. Farfán chutou cruzado e a bola chegou para Flores, que finalizou para o gol. Faríñez fez um grande defesa e salvou em cima da linha. No rebote, o camisa 1 fez outra incrível defesa em chute de Guerrero, mas o jogo já estava parado por impedimento. Aos 35, Flores arriscou de fora da área e o goleiro venezuelano espalmou para escanteio, impedindo os peruanos de marcar e deixando o 0 no placar final.

FICHA TÉCNICA

VENEZUELA 0 x 0 PERU

Estádio: Arena do Grêmio, Porto Alegre (RS)

Data/hora: 15/06/2019, às 16h (de Brasília)

Árbitro: Wilmar Rondán (FIFA-COL) - Nota LANCE!: 6,5, acertou ao anular os dois gols do Peru e na expulsão de Mago.

Assistentes: Alexander Guzmán e Jhon A. León (COL)

Público/Renda: 11.107 pagantes/R$ 2.400.080,00

Cartão amarelo: Mago (VEN), Tapia e Carillo (PER)

Cartão vermelho: Mago, 29'/2ºT (VEN)

Gols:

VENEZUELA: Faríñez; Rosales, Chancellor, Villanueva e Mago; Moreno (Hernandéz, 35'/2ºT), Rincón e Herrera; Savarino (Machís, 22'/2ºT), Rondón e Murillo (Soteldo, 38'/2ºT). Técnico: Rafael Dudamel.

PERU: Gallese; Luís Advincula, Zambrano, Abram e Trauco; Tapia, Yotún (Polo, 21'/2ºT), Cueva (Flores, intervalo) e Gonzáles (Carillo, 42'/2ºT); Farfán e Guerrero. Técnico: Ricardo Gareca.

Mais Futebol