Topo

Futebol


Tabárez justifica Arrascaeta no banco: 'Não era o melhor estádio'

2019-06-16T21:51:03

16/06/2019 21h51

O Uruguai estreou com o pé direito na Copa América. O time comandado por Óscar Tabárez goleou o Equador, por 4 a 0, no Mineirão, neste domingo, com amplo domínio durante os 90 minutos. Uma ausência, no entanto, foi notada pelos torcedores brasileiros presentes no estádio. O meia do Flamengo Arrascaeta dividiu opiniões no Mineirão e foi vaiado por parte da torcida e aplaudido por outra. Barrado do time titular por Lodeiro, que fez o primeiro gol da Celeste, ele não entrou em campo. Após a partida, o técnico uruguaio justificou a opção.

- Este estádio não foi o melhor para Arrascaeta jogar. Hoje a possibilidade não ocorreu, mas ele é um importante para nossa equipe. Sobre o Lodeiro, pensamos muito e me alegra muito que ele tenha feito a partida que fez - comentou Tabárez.

O treinador também elogiou a atuação coletiva do time e o comprometimento dos jogadores uruguaios com a seleção, além de pedir foco e cuidado para a partida de quinta-feira, contra o Japão, em Porto Alegre.

-Estamos contentes, porque trabalhamos muito para este jogo. Esses jogadores têm um compromisso muito grande com a seleção. Estamos felizes porque demos conta de um jogo difícil. O objetivo nestes torneios é ganhar os jogos. Vamos cuidar dos detalhes, não podemos nos descuidar. O doce é muito bom, mas estraga os dentes. A partir de amanhã vamos pensar no próximo jogo e nos preparar para enfrentar o Japão da melhor maneira.

Líder do Grupo C, com três pontos, o Uruguai volta a campo na quinta-feira, para encarar o Japão, na Arena do Grêmio, às 20h.

Mais Futebol