Topo

Futebol


Técnico do Japão elogia coragem da equipe e atuação do 'Messi nipônico'

2019-06-17T23:25:20

17/06/2019 23h25

O técnico do Japão, Hajime Moriyasu, não se abateu com a goleada por 4 a 0, sofrida para o Chile, na estreia pelo Grupo C da Copa América. Em coletiva após a partida, ele elogiou o grupo de jogadores e considerou a atitude em campo corajosa, antes de admitir a superioridade do rival. O jovem atacante Takefusa Kubo, de 18 anos, recém contratado pelo Real Madrid, também agradou o comandante nipônico.

-- Temos que reconhecer a diferença de qualidade em relação ao Chile, mas não nos acovardamos diante dos atuais campeões. Tivemos oportunidades de gols, construímos oportunidades, e apesar da derrota, lutamos, jamais perdemos a concentração.

A seleção japonesa foi convidada pela Conmebol para disputar a Copa América, junto com o Qatar. A equipe tem uma das menores médias de idade entre os participantes: 22,3 anos. Os holofotes estão voltados para o atacante Takefusa Kubo, de 18 anos, recém contratado pelo clube merengue e apelidado de "Messi Japonês. O treinador gostou da participação de Kubo contra o Chile.

- Ele teve jogadas que conseguiu confundir a defesa adversária, esperamos que essa postura possa continuar nas próximas partidas.

Moriyasu exaltou a experiência da equipe chilena, atual bicampeã do torneio continental e lamentou as chances desperdiçadas pelos japoneses.

- Nosso oponente tem muita experiência, tem um entrosamento maior, já tínhamos essa perspectiva. Diante do placar de 4 a 0, nós percebemos que tivemos alguns vacilos momentâneos. Tivemos bons ataques durante o jogo, conseguimos criar chances de gols, mas não conseguimos finalizar.

O Japão volta a campo quinta-feira, quando tenta a recuperação contra o Uruguai, na Arena do Grêmio, às 20.

Mais Futebol