Topo

Futebol


No Mineirão, Marcelo Moreno pode fazer história pela seleção da Bolívia

2019-06-20T07:00:00

20/06/2019 07h00

O atacante Marcelo Moreno conhece bem Belo Horizonte, onde defendeu e foi campeão mineiro e brasileiro defendendo o Cruzeiro, e está empolgado por voltar à cidade. Afinal, foi em BH que o camisa 9 marcou gols e foi campeão estadual e brasileiro pelo Cruzeiro. Anos depois, o atacante volta a atuar no Mineirão, palco do jogo com a Venezuela pelo Grupo A, no sábado, com um objetivo particular: tornar-se o maior artilheiro da história da seleção boliviana.

?A Bolívia não tem pretensões de avançar na Copa América - com derrotas para Peru e Brasil está zerada e na lanterna da chave. Porém, o atacante fez o único gol da seleção no torneio, no Maracanã na terça-feira, alcançando os 18 gols pelo país. Agora, Marcelo Moreno está a dois gols de igualar a marca Joaquín Botero, ex-jogador que defendeu La Verde entre 1999 e 2009 e marcou 20 gols.

Marcelo Moreno mostrou empolgação em voltar a Belo Horizonte e está ansioso pelo reencontro com a torcida da Raposa, acreditando que os mineiros - ao menos os cruzeirenses - apoiarão seleção boliviana diante da Venezuela.

- Vai ser maravilhoso. Tenho certeza que uma festa linda vai me aguardar. Já convoco a torcida do Cruzeiro para lotar o Mineirão e apoiar a Bolívia - disse o centroavante Marcelo Moreno, ou Martins, como é chamado em seu país.

Marcelo Moreno defendeu o Cruzeiro dua vezes. Entre 2007 e 2008, o camisa 9 marcou 21 gols em 33 partidas. Os gols, o título mineiro e a artilharia da Copa Libertadores de 2008 fizeram o Shaktar Donestk, da Ucrânia, contratar o atleta.

Em 2013, emprestado pelo Grêmio, Moreno voltou a Raposa, foi campeão do Estadual, outra vez, e decisivo na conquista do título do Campeonato Brasileiro, com 15 gols. No total, foram 23 gols em 52 partidas do atacante na temporada.

Depois de iniciar 2014 no Grêmio, Marcelo Moreno transferiu-se para o futebol chinês e está no país desde então. Changchun Yatai, entre 2015 e 2016, Wuhan Zall, entre 2017 e 2018, e Shijizhuan Ever Bright, em 2019, são os clubes do atacante de 32 anos na China, onde conquistou o título nacional em 2018.

Mais Futebol