Topo

Futebol


Meio-campista Ramires é ausência na reapresentação do Palmeiras

2019-06-24T13:31:38

24/06/2019 13h31

Depois de dez dias de folga, o Palmeiras se reapresentou nesta segunda-feira, sem o seu reforço para o segundo semestre. Ramires foi liberado pela diretoria para acertar problemas pessoais na China, último país em que atuou, e é esperado nos próximos dias na Academia de Futebol.

Ramires rescindiu contrato com o Jiangsu Suning, da China, na metade do mês passado - despediu-se do clube em sua conta particular no Instagram em 17 de maio. Mas o Verdão informou que ele ainda tem detalhes pessoais para resolver no país asiático, onde viveu por três anos e meio.

Aos 32 anos de idade, o meio-campista assinou contrato válido por quatro temporadas com o Verdão exatamente no último dia antes da folga ao elenco. O anúncio do jogador ocorreu em 13 de junho, data da vitória por 2 a 0 sobre o Avaí, pelo Campeonato Brasileiro, no Allianz Parque, que antecedeu ao período de descanso dado pelo técnico Luiz Felipe Scolari aos jogadores.

Ramires não atua regularmente há um ano e meio, o que deve exigir um trabalho particular da comissão técnica para deixá-lo em plenas condições de estrear pelo Palmeiras de acordo com a expectativa que desperta da torcida. Por isso, não há pressa para utilizá-lo, inclusiva no dia 10, quando a equipe enfrenta o Inter, em São Paulo, na ida das quartas de final da Copa do Brasil.

Em janeiro de 2018, durante a janela de transferências na Europa e, também, período de inscrições do Campeonato Chinês, Ramires recebeu uma proposta do Benfica, de Portugal. O Jiangsu contou com sua saída como certa e não o inscreveu. Como a negociação com a equipe de Lisboa não se concretizou, o volante manteve a forma atuando pelo time B do clube chinês.

O ex-volante da Seleção não atua no futebol brasileiro desde 2009, quando trocou o Cruzeiro pelo Benfica, de Portugal, após ser vice-campeão da Libertadores daquele ano. Em 2010, já estava no Chelsea, onde foi peça fundamental na conquista da Liga dos Campeões da Europa, em 2012. Saiu da Inglaterra para a China em 2016, defendendo o Jiangsu Suning.

Ramires atuou na Copa de 2010 com Felipe Melo, sendo titular na equipe de Dunga que chegou às quartas de final (cumpriu suspensão na eliminação, contra a Holanda). No Mundial seguinte, em 2014, foi convocado por Felipão e enfrentou o atual treinador do Palmeiras enquanto ambos estavam na China.

O meio-campista é a sétima contratação do Verdão para 2019. O clube trouxe até agora o volante Matheus Fernandes, do Botafogo (que só atuou duas vezes e perderia ainda mais espaço com Ramires), o meia Zé Rafael, do Bahia, os atacantes Arthur Cabral, do Ceará, Carlos Eduardo, do Pyramids, do Egito, e Felipe Pires, do Hoffenheim, da Alemanha, e o meia-atacante Ricardo Goulart, que já acertou sua volta ao Guangzhou Evergrande, da China.

Mais Futebol