Topo

Suspenso por doping, Moisés tem contrato renovado na Chapecoense

Moisés Ribeiro (d) teve o contrato renovado - Sirli Freitas
Moisés Ribeiro (d) teve o contrato renovado Imagem: Sirli Freitas

01/07/2019 15h11

Ainda no ano passado, o meio-campista Moisés Ribeiro foi flagrado em exame anti-doping quando do embate frente ao Nacional pela Libertadores em fevereiro de 2018 via uso de corticoide e acabou recebendo uma pena do Tribunal Disciplinar da Conmebol de dois anos afastado dos gramados. Todavia, isso não o deixou efetivamente fora dos planos da Chapecoense e uma demonstração disso ocorreu na última semana.

O clube do oeste catarinense parece ter dado uma espécie de "voto de confiança" no potencial de aproveitamento de Moisés e renovou o vínculo do atleta que, agora, se encerra somente em dezembro do próximo ano, mais precisamente em 30 de dezembro.

Com isso, ele ganha uma margem muito maior para justificar o investimento feito pela Chapecoense em seu futebol e, antes mesmo da disputa do segundo semestre em 2019 e a luta do clube para seguir na elite do futebol brasileiro, já pode ser considerado como o primeiro "reforço" da equipe para 2020.

Desde 2016 no Verdão do Oeste, Moisés possui um dos currículos mais longevos de atletas do clube e viveu todo o processo de reconstrução após o trágico acidente aéreo em Medellín naquele mesmo ano que vitimou 71 pessoas. Acidente esse o qual ele só não esteve presente por não poder ser relacionado para a decisão frente ao Atlético Nacional em função de contusão.

A volta as atividades em caráter oficial da Chapecoense ocorrerá no dia 14 de julho às 19 h (horário de Brasília) diante do Atlético-MG pelo Brasileirão na Arena Condá. Antes disso, o time fará um jogo-treino no próximo dia 7, também em Chapecó com portões fechados, frente ao Operário-PR.