Topo

Futebol


De Ligt diz que pedido de CR7 não fez diferença em sua escolha pela Juve

19/07/2019 10h50

Matthijs De Ligt foi apresentado oficialmente, nesta sexta-feira, pela Juventus e concedeu sua primeira coletiva como jogador da equipe. O holandês ressaltou que a filosofia de Sarri influenciou em sua chegada, revelou admiração por Cannavarro e ressaltou que o pedido de Cristiano Ronaldo para que assinasse com o clube não fez muita diferença em sua escolha. Além disso, apontou as diferenças entre o futebol holandês e italiano, elogiou Chiellini e Buffon e disse que espera que a Itália melhore seu futebol. Confira os melhores trechos da coletiva abaixo.

INFLUÊNCIA DE CR7?

- Depois da final Liga das Nações eu já tinha certeza de que queria ir para a Juventus. Foi um grande elogio que Cristiano Ronaldo quisesse que eu viesse para cá, mas não foi isso que fez a diferença.

APRENDIZADO

- Eu vim para cá porque a Itália é um dos países mais tradicionais para zagueiros. Na Holanda a marcação é mais adiantada. Na Itália é mais por zona e todos defendem juntos. Eu acho que a Juventus pode me ajudar e eu posso ajudar eles. (...) No Ajax era um ambiente muito jovem e aqui eu espero aprender com grandes campeões, como Chiellini, Buffon e Cristiano Ronaldo.

CONVERSA COM SARRI

- Eu falei com Sarri pelo telefone para a gente se conhecer. Ele foi uma das razões pela qual eu quis vir para cá, eu ouvi muitas coisas boas sobre ele e gosto da sua filosofia futebolística.

ÍDOLO

- Quando tinha seis anos, Fabio Cannavarro era o zagueiro que eu admirava. Eu sempre tive bons sentimentos em relação à Juventus e sempre fui fã. Quando joguei aqui pelo Ajax eu fiquei muito impressionado com a atmosfera do estádio.

NOVA CULTURA

- Sou jovem, mas sinto que já tenho bastante experiência para um jogador de 19 anos. Foi por isso que fiz essa mudança, para ganhar mais experiência e aprender com os jogadores daqui (...) Eu tenho que me acostumar com uma nova cultura e ambiente esportivo. Espero dar o meu melhor.

GRANDE PASSO

- É um grande passo, meu primeiro clube fora do meu país. Eu estou realmente honrado com a forma que os torcedores da Juventus me receberam e espero que consiga dar o retorno.

Mais Futebol