Topo

Futebol


Receita Federal abre investigação em contratos de Neymar mais uma vez

19/07/2019 17h01

A pedido do Fisco espanhol, a Receita Federal brasileira iniciou nesta sexta-feira uma nova investigação sobre os contratos de Neymar na época em que esteve atuando pelo Barcelona. De acordo com o portal 'Globoesporte.com', a defesa do atleta tenta impedir que a entidade espanhola compartilhe informações com a Fazenda do país, que também analisa contas do jogador.

Nesta semana, o 'Mundo Deportivo' informou que as autoridades fiscais da Espanha cobram 35 milhões de euros (cerca de R$ 147 milhões) em impostos não pagos pelo jogador no período em que esteve em Barcelona. Em nota, a Receita Federal disse que não comenta casos de contribuintes específicos em 'razão do sigilo fiscal'.

Já é a terceira vez em que a Receita investiga contratos de Neymar. Nas outras vezes, Neymar foi multado em 2016 no valor de R$ 460 mil e pagou; enquanto que na mais recente, foi multado em R$ 69 milhões após decisão do Carf (Conselho Administrativo de Recursos Fiscais) em processo que ainda existe recurso pendente. Esta última é baseada nas acusações de sonegação fiscal.

Mais Futebol