Topo

Futebol


Palmeiras chega a Mendoza a tempo de fazer único treino na Argentina

22/07/2019 15h12

Quase 40 horas depois de sair de Fortaleza, o Palmeiras, enfim, está no seu destino final. Depois de passar por momentos de pânico em duas tentativas de insucesso de pousar em Mendoza no domingo, a delegação desembarcou no começo da tarde desta segunda-feira na cidade onde abrirá os confrontos diante do Godoy Cruz, nesta terça-feira, pelas oitavas de final da Libertadores.

O elenco e a comissão técnica estavam em Buenos Aires, à espera de condições para viajar a Mendoza, em viagem complicada a ser feita de ônibus pela distância ser superior a 1000 km. A chegada nesta segunda-feira, ao menos, permite ao time realizar o único treinamento visando a partida.

O Verdão não conseguiu realizar nenhuma atividade desde a derrota para o Ceará, no sábado, em Fortaleza, quando o técnico Luiz Felipe Scolari optou por escalar a equipe titular. Nesta segunda-feira, o treinamento será no estádio Independiente Rivadavia, em Mendoza, somente com o aquecimento aberto para os jornalistas, como já é costume.

Fica a expectativa para possíveis mudanças do treinador depois de acumular duas derrotas consecutivas - e não vence há três partidas, já que, antes de perder para Inter, sendo eliminado na Copa do Brasil, e Ceará, empatou por 1 a 1 diante do São Paulo, no Morumbi, pelo Campeonato Brasileiro. O Palmeiras, agora, divide a liderança do torneio nacional com o Santos e tem somente a competição e a Libertadores como chance de conquistar um título em 2019.

Fora a pressão, os problemas para desembarcar em Mendoza aumentaram os problemas da equipe para retomar a confiança e a boa fase. A equipe enfrenta o Godoy Cruz nesta terça-feira e define o destino no campeonato continental no dia 30, no Allianz Parque, com um duelo diante do Vasco, neste sábado, em São Paulo, pelo Campeonato Brasileiro, sob o risco de perder a primeira posição caso tropece e o Santos vença o Avaí na Vila Belmiro, no domingo.

Mais Futebol