Topo

Futebol


O retorno! Jogadores que voltaram a clubes onde fizeram sucesso

23/07/2019 11h55

O zagueiro Vitor Hugo, de 28 anos, acertou seu retorno ao Palmeiras depois de passar duas temporadas atuando no futebol italiano, defendendo as cores da Fiorentina. No Verdão, o jogador conquistou a Copa do Brasil de 2015 e o Brasileirão de 2016, sendo titular nas competições.

O LANCE! mostra outros jogadores que, após fazerem sucesso em clubes brasileiros saíram, e após um período, retornaram para os times em que viveram ótimos momentos na carreira.

Vitor Hugo

Vitor Hugo chegou ao Palmeiras no final de 2014, emprestado pelo América-MG. Assim que chegou, logo conquistou a titularidade, sendo um dos melhores zagueiros da primeira fase do Campeonato Paulista. Em 2015, conquistou a Copa do Brasil, na primeira final disputada no Allianz Parque.

No ano seguinte, formou boa dupla com o colombiano Mina e venceu o Brasileirão. Em junho de 2017, Vitor Hugo foi anunciado como reforço da italiana Fiorentina, assinando um contrato de quatro anos. Nesta semana, acertou seu retorno ao Palmeiras por 5,5 milhões de euros (cerca de R$ 23 milhões). O jogador terá um contrato de provavelmente, cinco temporadas.

Gil

O zagueiro Gil retornou ao Corinthians nesta temporada depois de jogar por três anos no Shandong Luneng, da China. Gil chegou ao Corinthians em 2013, quando se destacou no Valenciennes (FRA). O jogador teve um início arrasador no Corinthians. Superou suas expectativas, assumiu a titularidade na equipe e se firmou. Terminou a temporada como recordista de jogos do clube no ano e foi eleito o melhor zagueiro na temporada, vencendo a Recopa de 2013, o Paulista de 2015 e o Brasileirão da mesma temporada.

Acertou seu retorno ao Timão com um contrato de seis meses, com a opção de renovação por mais três temporadas. Assumiu a titularidade e deu mais consistência defensiva a equipe de Carille.

Alexandre Pato

Pato começou sua primeira passagem no São Paulo em 2014, quando foi envolvido numa troca entre Jadson, que foi para o Corinthians. O primeiro ano de foi muito bem sucedido, e ele terminou 2015 como artilheiro do clube no ano, com 26 gols. Ao todo, durante os quase dois anos em que vestiu a camisa tricolor, Pato atuou em 101 jogos e marcou 38 gols.

Depois de retornar ao Corinthians, passar pelo Chelsea (ING) e atuar no futebol chinês, o atacante acertou sua volta ao São Paulo em março deste ano. O contrato do atacante é válido até o fim de 2022.

Jadson

O meia Jadson chegou ao Corinthians em 2014, envolvido na troca com o atacante Alexandre Pato. Começou bem, mas se destacou mesmo em 2015, quando foi um dos destaques da campanha do hexacampeonato brasileiro do Timão, sendo o líder de assistências da competição.

Em dezembro de 2015, acertou sua ida para o Tianjin Quanjian (CHN), jogando na Ásia por duas temporadas. Em janeiro de 2017, acertou sua volta ao Corinthians por mais duas temporadas.

Robinho

Robinho foi uma das maiores revelações da história do Santos, em 2002. O atacante conquistou dois Brasileiros com a camisa do Peixe e se tornou um grande ídolo do clube após sair em 2005. No entanto, na Europa, ele não foi nem sombra do jogador que foi no Brasil e fez alguns retornos para o país, e com muito sucesso.

Em 2010, ao lado de Neymar e Ganso, eles conquistaram o Campeonato Paulista e a Copa do Brasil. Mais tarde, em 2015, o atacante voltou a se destacar no alvinegro praiano ao ser campeão paulista novamente. Hoje, atua no futebol turco.

Adriano Imperador

Adriano Imperador explodiu no Flamengo entre os anos de 2000 e 2001. Depois de um grande de sucesso, seguido de uma decadência na Europa, o jogador voltou para o clube em 2009. Em grande fase no Rio de Janeiro, o atacante foi capaz de ser a principal estrela da conquista do Brasileirão daquele ano, formando o ataque com Vagner Love. Adriano está afastado do futebol.

Walter

O atacante Walter tem várias passagens pelo Goiás. A primeira foi em 2012, chegando de empréstimo do Cruzeiro. O jogador conquistou no mesmo ano o Troféu Armando Nogueira, que elege o melhor jogador do Campeonato Brasileiro, e esteve presente na seleção do campeonato nos prêmios Bola de Prata e da Seleção do Campeonato da CBF.

Em agosto de 2016, o Goiás acertou o retorno de Walter, que estava no Atlético Paranaense. Após alguns problemas dentro do clube e o rendimento baixo, encerrou sua segunda passagem pelo esmeraldino. O Goiás anunciou em maio de 2019 a volta de Walter, ídolo da torcida esmeraldina.Porém, o jogador está suspenso por doping, mas continuará no clube.

David Luiz

O brasileiro foi comprado pelo Chelsea, em 2011, após brilhar no Benfica, por R$ 57 milhões. Conquistou a Liga dos Campeões em 2012 e a Liga Europa em 2013, mas logo rumou a Paris por R$ 150 milhões, se tornando o zagueiro mais caro da história na época.

Em 2016, o técnico Antonio Conte pediu a volta do brasileiro, fazendo com que o Chelsea desembolsasse cerca de R$ 138 milhões. Neste ano, repetiu a conquista da Liga Europa. É titular absoluto do clube londrino.

Gotze

Criado nas bases do Borussia Dortmund (ALE), Gotze apareceu como um dos três craques da equipe, ao lado de Lewandowski e Marco Reus, chegando na final da Champions League de 2013. O alemão migrou para o rival Bayern, em transferência anunciada horas antes da final da competição europeia.

Comprado por R$ 132 milhões, Gotze vestiu a camisa do Bayern por 3 temporadas, mas nunca conseguiu repetir os níveis de atuação. Voltou ao Dortmund em 2016 por cerca de R$ 20 milhões a menos, mas sofre constantemente com lesões.

Diego Costa

O atacante brasileiro naturalizado espanhol brilhou na temporada 2013/14, quando anotou 36 gols em 52 jogos, sendo 8 deles na Liga dos Campeões. O bom desempenho chamou a atenção do Chelsea (ING), que aceitou pagar cerca de R$ 114 milhões para contratá-lo.

Em setembro de 2017, o Atlético anunciou que havia chegado a um acordo com o clube inglês para o retorno de Diego Costa. O jogador continua sendo um dos principais atletas do clube espanhol.

Mais Futebol