Topo

Futebol


Botafogo recebe o Galo por esperança em título e manutenção de freguesia

24/07/2019 06h05

O Botafogo não vive boa fase técnica. Nem financeira. E quem disse que há negatividade no Nilton Santos? Nesta quarta-feira, a partir das 21h30 (de Brasília), o time de Eduardo Barroca terá a missão de mostrar que os atuais contratempos não prejudicarão para o jogo diante do Atlético-MG, pela ida das oitavas de final da Copa Sul-Americana. O LANCE! transmite em tempo real.

> SAIBA COMO ASSISTIR AO JOGO NO DAZN

Desde a Libertadores de 2017, a torcida do Botafogo tem adotado os jogos copeiros internacionais e criado uma imensa expectativa por um título relevante. Capitão e a atuar ao lado de Marcelo Benevenuto, já que Gabriel não estará em campo, Carli comentou sobre a necessidade do troféu para o clube.

- Sabemos que precisamos de um título para entrar na história do Botafogo, queremos dar isso aos torcedores que tanto merecem. Não é só uma questão financeira - disse, completando:

- Lógico que sabemos que essas competições passam muito pelo lado econômico. Mas o principal foco é buscar o título para dar essa alegria à nossa torcida.

E o Glorioso, sem ir à rede há três jogos, pode se amparar a um favorável retrospecto recente contra o Galo para cativar o torcedor. Explica-se: o Atlético não vence o Botafogo em um mata-mata desde 1994, quando levou a melhor nas quartas de final do Campeonato Brasileiro. De lá para cá, foram seis confrontos em mata-matas com a melhor para os cariocas - quatro pela Copa do Brasil e dois pela Sul-Americana, competição da vez. Isto vai refletir?

- O que dá confiança, na minha opinião, é trabalhar bem, fazer no jogo o que treinamos e do jogo tirar os dados para seguir trabalhando. Jogo eliminatório, de muita história, mas é uma partida que temos que jogar melhor que o Atlético-MG para passar - comentou o técnico Eduardo Barroca.

O jogo da volta será realizado na próxima quarta-feira, no Independência. Quem passar do duelo enfrentará a La Equidad, da Colômbia.

Mais Futebol