ÁLBUM

Veja fotos
de diversas
competições




   17h56 - 29/06/2003

São Paulo vence Guarani por 1 a 0 em Campinas

MBPress
Em São Paulo

O São Paulo foi a Campinas na tarde deste domingo e, mesmo não fazendo uma boa partida, conseguiu somar três importantes pontos fora de casa após vencer o Guarani por 1 a 0 no estádio Brinco de Ouro.

Com o resultado, o São Paulo chegou aos 28 pontos, alcançando a vice-liderança (sem computar o resultado do jogo entre Cruzeiro e Internacional) do torneio. Com a vitória, o tricolor manteve um tabu que já dura seis anos sem perder para o alviverde campineiro.

Mesmo jogando melhor no primeiro tempo e desperdiçando diversas oportunidades, o Guarani levou um gol no final da etapa inicial, após a defesa parar e pedir impedimento de Fábio Simplício. No segundo tempo, o São Paulo voltou melhor, mas não conseguiu ampliar a vantagem.

Ambas as equipes voltam a campo no próximo final de semana. O São Paulo joga contra o São Caetano no Morumbi, no sábado, sem a presença de Adriano, que tomou o terceiro amarelo e desfalca a equipe. Já o Guarani recebe o Goiás, lanterna do Brasileirão, em casa, no domingo.

O jogo
A partida começou truncada no meio de campo. Os primeiros ataques de perigo foram criados pelo Guarani.

Aos 8min, Marquinhos recebeu bola e arriscou de fora da área. O goleiro Rogério defendeu com os pés. No lance seguinte, Rodrigão recebeu bola na área e deu um bonito voleio. A bola, porém, saiu fraca.

O São Paulo só chegou aos 14min, com chute cruzado de Gustavo Nery da esquerda que passou longe da meta do time de Campinas. Aos 17min, Marquinhos cruzou da direita e Rodrigão, sem marcação, cabeceou por cima do gol do tricolor paulista.

Quatro minutos depois, o São Paulo chegou com bom toque de bola ao ataque, mas Jorginho Paulista não conseguiu finalizar. Aos 22min, Júlio Santos teve a oportunidade de abrir o placar, mas seu chute desviou em Nenê.

Aos 25min, Rogério Ceni salvou o São Paulo de levar o primeiro gol. Simão tocou para Ruy que, de fora da área, chutou forte, próximo à trave esquerda do goleiro do tricolor, que esticou-se para afastar o perigo.

O Guarani continuava melhor na partida, apesar de não conseguir finalizar. Aos 32min, Esquerdinha, que havia substituído Marquinhos, machucado, cruzou da esquerda para Rodrigão, mas o atacante cabeceou muito mal, em cima de Jean.

Aos 38min, Esquerdinha lançou Rodrigão na grande área que, mais uma vez, cabeceou fraco, fácil para a defesa do goleiro do time tricolor.

Um minuto depois, Esquerdinha fez lançamento longo para Rinaldo, que entrava na área pela direita, mas o jogador finaliza em cima do goleiro Rogério Ceni.

A resposta veio em seguida. Ricardinho tocou para Fábio Simplício dentro da área, de frente para o goleiro Jean. Simplício demorou para raciocinar e concluiu muito mal.

Aos 43min, o castigo para o Guarani. Jean tocou para Fábio Simplício, que entrou sozinho dentro da área enquanto a defesa do Guarani parou pedindo impedimento. A árbitra paulista Sílvia Regina não marcou e Simplício, meio sem jeito, abriu o marcador para o São Paulo.

Na sequência, Ruy empatou o jogo, mas a auxiliar Aline Lambert marcou impedimento para reclamação geral dos torcedores e dos jogadores do time de Campinas.

Para o segundo tempo, o treinador Pepe tirou Rodrigão para colocar Creedence. Mas foi o São Paulo que quase ampliou. Aos 4min, Leonardo foi para a linha de fundo e cruzou para Gustavo Nery, que perdeu gol incrível de frente para o gol.

Aos 17min, Júlio Baptista, que havia acabado de entrar no lugar de Ricardinho, recebeu bola na direita e chutou cruzado. A defesa do Guarani afastou o perigo, mandando a bola para escanteio.

Três minutos depois, Júlio Baptista dominou bola dentro da área e tentou chutar colocado. A bola foi desviada pela zaga campineira.

Com o resultado favorável, o São Paulo, que estava melhor na partida, começou a segurar mais a bola. O Guarani, entretanto, tentava chegar ao empate nos contra-ataques.

Aos 24min, Simão cobrou falta da direita e Esquerdinha, de ombro, quase deixou tudo igual no Brinco de Ouro. Rogério Ceni, no meio do gol, defendeu.

O Guarani melhorou e passou a pressionar o São Paulo no final do jogo. Aos 38min, Esquerdinha cobrou falta com perigo, mas o goleiro tricolor fez boa defesa.

O goleiro Jean, aos 47min, foi para a área para aproveitar cobrança de escanteio e tocou de cabeça para Creedence empatar o jogo. Mas o gol foi anulado pela árbitra da partida. Ela marcou impedimento do ataque do Guarani.

GUARANI
Jean; Ruy (Vagner), Juninho, Nenê e Gílson; Bruno Quadros, Leandro Guerreiro, Marquinhos (Esquerdinha) e Esquerdinha; Simão e Rodrigão (Creedence)
Técnico: Pepe

SÃO PAULO
Rogério Ceni; Leonardo, Jean, Júlio Santos e Jorginho Paulista (Régis); Adriano, Fábio Simplício, Gustavo Nery, Carlos Alberto e Ricardinho (Júlio Baptista); Rico (Kléber)
Técnico: Roberto Rojas

Local: estádio Brinco de Ouro, em Campinas
Árbitra: Sílvia Regina (Fifa-SP)
Auxiliares: Ana Paula de Oliveira (SP) e Aline Lambert (SP)
Cartões amarelos: Adriano, Carlos Alberto, Ricardinho, Jorginho Paulista, Rico (S), Esquerdinha, Bruno Quadros (G)
Gols: Fábio Simplício, aos 43min do primeiro tempo.

Clique aqui para entrar nas páginas especiais do Campeonato Brasileiro, com classificação, artilheiros e resultados de todos os jogos. Aqui para entrar na página do Guarani ou aqui para saber mais sobre o São Paulo.


Comente esta notícia nos Grupos de Discussão UOL

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

03/09/2007

20h22
Espanhóis comemoram boas atuações no Aberto dos EUA


20h14
Santos tira peso de favoritismo e prevê retomada contra o Inter


20h13
Jogadores do Bota lametam má fase de Dodô


20h10
Diretoria do Bota não teme Fifa e grupo diverge sobre Dodô


20h05
Blake segue sem vencer em partidas de cinco sets

MAIS FUTEBOL

23/06/2010

09h25
Lúcio: "Não estamos satisfeitos com esses dois gols"


09h10
Confronto entre Suíça e Honduras será o 1º da história em Copas


08h38
Juventus contrata goleiro italiano Marco Storari


21/06/2010

12h28
Simão afirma que seleção portuguesa está muito motivada após goleada


11h35
Portugal derruba muralha norte-coreana com 7 gols e fica perto das oitavas