ÁLBUM

Veja fotos
de diversas
competições




   23h31 - 06/08/2003

Cruzeiro e São Paulo fazem bom jogo e empatam no Mineirão

MBPress
Em São Paulo

Num grande jogo, Cruzeiro e São Paulo empataram por 1 a 1, nesta quarta-feira à noite, pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro, a primeira do returno. O resultado mantém o time mineiro na liderança da competição, com o São Paulo em terceiro lugar.

O Cruzeiro agora soma 48 pontos ganhos, contra 45 do vice-líder Santos e 43 do São Paulo. O time mineiro, que saiu atrás no marcador, também conseguiu manter sua invencibilidade em casa na competição.

Os dois times apresentaram um bom futebol. No primeiro tempo, o jogo foi equilibrado, com os goleiros Rogério Ceni e Gomes trabalhando bastante. Na etapa final, o São Paulo saiu na frente com um gol de Gustavo Nery, mas recuou muito e foi pressionado, até o empate do Cruzeiro.

O jogo
Com menos de um minuto de jogo Alex já deu trabalho ao sistema defensivo são-paulino. O meia bateu para o gol e Rogério Ceni defendeu, aos 45seg de jogo. Aos 5min, novamente Alex arriscou para o gol, mas mandou para fora.

Apesar do sistema repleto de jogadores de marcação, o São Paulo quase sofreu um gol num contra-ataque, aos 13min. Após cobrança de escanteio em sua área, o Cruzeiro saiu rápido para o ataque. A bola chegou à direita e foi cruzada para Alex Alves, que bateu de primeira, na cara de Rogério Ceni. O goleiro são-paulino salvou com o pé.

O São Paulo melhorou no jogo e passou a equilibrar a partida. Sua primeira boa oportunidade aconteceu em uma cobrança de falta. Aos 15min, Kaká foi derrubado próximo à área cruzeirense. Rogério Ceni cobrou e Gomes fez defesa difícil.

Dois minutos depois, o goleiro do Cruzeiro voltou a aparecer bem, espalmando chute de Kaká. O jogo ficou muito bom e a equipe mineira respondeu aos 20min. Alex Alves, com boa movimentação, chutou para fora do gol. Cinco minutos depois foi a vez de Aristizábal tentar, mas Rogério defendeu outra.

Ainda no primeiro tempo, o São Paulo esteve muito perto de marcar aos 35min, numa finalização de Luís Fabiano que bateu no pé da trave do goleiro Gomes. As duas equipes continuaram buscando o gol, mas o primeiro tempo terminou 0 a 0.

O São Paulo abriu o placar logo no início do segundo tempo. Kaká puxou contra-ataque, de um drible da vaca em Augusto Recife e deixou Gustavo Nery livre, dentro da área, para marcar na saída do goleiro Gomes. São Paulo 1 a 0.

Com a vantagem no placar, o time tricolor recuou muito em campo e passou a ser pressionado pelo Cruzeiro. A equipe mineira encontrou faciliadde para chegar à área são-paulina e passou a criar várias chances. Por sua vez, o São Paulo não conseguiu mais acertar seus contra-ataques.

O time mineiro chegou a empatar aos 22min. Após cruzamento na área, o zagueiro Luisão desviou e marcou, mas a arbitragem anulou, alegando impedimento. Os cruzeirenses reclamaram muito da marcação, duvidosa.

Um minuto depois o Cruzeiro novamente esteve muito perto de marcar. Após cruzamento da direita, Alex Alves pegou de primeira e o goleiro Rogério Ceni fez uma ótima defesa, salvando o tricolor. Na seqüência, o atacante cruzeirense foi substituído por Mota.

E foi justamente de Mota o gol de empate do Cruzeiro. Aos 32min, Alex cruzou da direita e Aristizábal pegou de cabeça. Rogério Ceni novamente fez ótima defesa. No rebote, Mota bateu cruzado, forte, a bola bateu na perna do goleiro são-paulino e entrou.

A pressão continuou. Aos 36min, Alex cruzou novamente e Mota pegou de primeira, mandando para fora do gol. O São Paulo só conseguiu chegar com perigo aos 40min. Carlos Alberto recebeu na entrada da área, driblou seu marcador e bateu forte. Gomes espalmou para escanteio.

O São Paulo até tentou se manter mais no ataque no final do jogo, com Diego Tardelli entrando no lugar de Fábio Santos. Mas a última chance da partida foi novamente cruzeirense. Aos 46min, Recife mandou para o gol e Rogério Ceni segurou o empate.

CRUZEIRO
Gomes; Maurinho, Luisão, Edu Dracena e Leandro; Recife, Felipe Melo, Sandro (Alex Dias) Alex; Alex Alves (Mota) e Aristizábal
Técnico: Wanderley Luxemburgo

SÃO PAULO
Rogério Ceni, Jean, Júlio Santos e Diego Lugano; Fábio Simplício, Adriano, Carlos Alberto, Gustavo Nery, Kaká e Fábio Santos (Diego Tardelli); Luís Fabiano
Técnico: Roberto Rojas

Local: estádio Mineirão, em Belo Horizonte
Árbitro: Giuliano Bozzano (SC)
Cartões amarelos: Júlio Santos (SP), Fábio Simplício (SP), Jean (SP), Luís Fabiano (SP), Alex (C), Felipe Melo (C) e Recife (C)
Gols: Gustavo Nery, aos 5min e Mota, aos 32min do segundo tempo


Comente esta notícia nos Grupos de Discussão UOL

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

03/09/2007

20h22
Espanhóis comemoram boas atuações no Aberto dos EUA


20h14
Santos tira peso de favoritismo e prevê retomada contra o Inter


20h13
Jogadores do Bota lametam má fase de Dodô


20h10
Diretoria do Bota não teme Fifa e grupo diverge sobre Dodô


20h05
Blake segue sem vencer em partidas de cinco sets

MAIS FUTEBOL

23/06/2010

09h25
Lúcio: "Não estamos satisfeitos com esses dois gols"


09h10
Confronto entre Suíça e Honduras será o 1º da história em Copas


08h38
Juventus contrata goleiro italiano Marco Storari


21/06/2010

12h28
Simão afirma que seleção portuguesa está muito motivada após goleada


11h35
Portugal derruba muralha norte-coreana com 7 gols e fica perto das oitavas