ÁLBUM

Veja fotos
de diversas
competições




   19h50 - 16/08/2003

São Paulo empata com Criciúma e deixa escapar chance de chegar à liderança

MBPress
Em São Paulo

Mais uma vez, o São Paulo perdeu a oportunidade de chegar à liderança do Campeonato Brasileiro. Jogando "em casa", apenas empatou sem gols com o Criciúma, neste sábado à noite, no estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto, interior do Estado.

Foi a segunda partida que o São Paulo não conseguiu marcar gol na competição e o primeiro 0 a 0 da equipe neste Brasileirão. Com o resultado, o tricolor paulista permaneceu em terceiro lugar, com 47 pontos, agora ao lado do Internacional. O Criciúma está em sétimo, com 39 pontos.

A partida desta noite seria mais uma oportunidade de o São Paulo alcançar a liderança do Brasileirão. Em uma delas, perdeu em casa para a Ponte Preta, quando também perdeu o direito de jogar no Morumbi em duas rodadas.

O início do jogo foi bastante movimentado. Mais objetivo, o São Paulo levou perigo, principalmente, nas cobranças de falta da esquerda de Fábio Simplício. Carlos Alberto ainda acertou a trave. Porém, foi o Criciúma, com Dejair, que perdeu as duas maiores chances do primeiro tempo.

No segundo tempo, o time catarinense voltou a perder oportunidade de sair de Ribeirão Preto com os três pontos. Em contra-ataque rápido, três jogadores do Criciúma ficaram de frente para Rogério Ceni. Douglas, que estava com a bola, preferiu fazer jogada individual e chutou para fora na saída do goleiro são-paulino.

Na próxima quarta-feira, o São Paulo joga fora contra o Fortaleza, no estádio do Castelão. Leonardo Moura tomou o terceiro amarelo e desfalca a equipe. O Criciúma enfrenta a Ponte Preta em casa, no estádio Heriberto Hülse.

O jogo
O bom número de torcedores são-paulinos presentes ao estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto, no interior de São Paulo, tomou um susto antes do primeiro minutos de jogo.

Douglas recebeu cruzamento da esquerda, chutou de dentro da entrada da área e Rogério Ceni espalmou. Dejair, com o gol livre, pegou o rebote e desperdiçou a chance de abrir o placar para os catarinenses.

A partida estava muito movimentada, com ambas as equipes criando jogadas de ataque. O São Paulo, porém, era mais perigoso. Aos 14min, Fábio Simplício cobrou falta da esquerda e Fabiano fez boa defesa.

O tricolor paulista quase abriu o placar aos 16min. Kléber dominou bola e tocou para Carlos Alberto que, na entrada da área, acertou a trave do Criciúma. A bola entraria no ângulo direito do goleiro do time catarinense.

O São Paulo continuou a pressionar o adversário. Aos 22min, Fábio Simplício cobrou nova falta da esquerda e o goleiro Fabiano, com as mãos fechadas, afastou o perigo.

Boa oportunidade do São Paulo aos 24min. Após cobrança de escanteio da direita, Lugano subiu mais do que a defesa catarinense e cabeceou por cima do gol.

Aos 29min, Luciano Almeida cruzou da esquerda para a entrada da área e Tico acertou uma cabeçada fraca. A bola, entretanto, quase surpreendeu Rogério Ceni, que demorou a fazer a defesa.

Fábio Simplício, aos 35min, levou perigo para o goleiro Fabiano após cobrar outra falta da esquerda, na entrada da área.

O Criciúma perdeu a chance de abrir o placar aos 40min, em lance que a defesa são-paulina parou. Tico tocou para Dejair que, livre na direita, chutou a bola em cima de Rogério Ceni.

No segundo tempo, os jogadores não mantiveram o mesmo ritmo do início da primeira etapa. Mesmo assim, o São Paulo quase abriu o placar aos 5min. Carlos Alberto dominou bola na entrada da área e chutou forte. A bola passou rente à trave esquerda de Fabiano.

O Criciúma voltou a perder gol feito aos 13min. Douglas recebeu bola no meio-campo, saiu em velocidade, deixando três marcadores são-paulinos para trás, e, na entrada da área, tocou na saída de Rogério Ceni. A bola passou raspando a trave direita do goleiro do tricolor paulista.

A partida ficou truncada, com ambas as equipes mostrando cansaço e não conseguindo criar jogadas de ataque. Fábio Simplício ainda levou perigo para o goleiro Fabiano. Ele arriscou da intermediária e a bola passou raspando a trave direita do goleiro do time catarinense.

Aos 46min, Rogério Ceni, em dois lances, e Jean, em cima da linha, salvaram o São Paulo da derrota.

SÃO PAULO
Rogério Ceni; Leonardo Moura (Aílton), Jean, Lugano e Fabiano; Adriano, Carlos Alberto, Fábio Simplício e Gustavo Nery; Diego Tardelli (Márcio Luiz) e Kléber
Técnico: Roberto Rojas

CRICIÚMA
Fabiano; Duílio, Luciano, Luciano Almeida (Rômulo) e Etto; Léo Oliveira, Cléber Orleans, Léo Mineiro e Douglas (Sandro Fonseca); Tico e Dejair
Técnico: Gilson Kleina

Local: Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto
Árbitro: Jorge Fernando Rabello (RJ)
Cartões amarelos: Cléber Orleans, Luciano Almeida (C), Kléber, Leonardo (S)


Comente esta notícia nos Grupos de Discussão UOL

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

03/09/2007

20h22
Espanhóis comemoram boas atuações no Aberto dos EUA


20h14
Santos tira peso de favoritismo e prevê retomada contra o Inter


20h13
Jogadores do Bota lametam má fase de Dodô


20h10
Diretoria do Bota não teme Fifa e grupo diverge sobre Dodô


20h05
Blake segue sem vencer em partidas de cinco sets

MAIS FUTEBOL

23/06/2010

09h25
Lúcio: "Não estamos satisfeitos com esses dois gols"


09h10
Confronto entre Suíça e Honduras será o 1º da história em Copas


08h38
Juventus contrata goleiro italiano Marco Storari


21/06/2010

12h28
Simão afirma que seleção portuguesa está muito motivada após goleada


11h35
Portugal derruba muralha norte-coreana com 7 gols e fica perto das oitavas