ÁLBUM

Veja fotos
de diversas
competições




   19h49 - 21/09/2003

Atlético-MG arranca empate aos 47min e complica São Paulo

MBPress
Em São Paulo

Tudo parecia perfeito. Apesar de uma péssima atuação, o São Paulo vencia o Atlético-MG. Mas, aos 47min do segundo tempo, o alvinegro arrancou o empate por 2 a 2, e complicou a vida do São Paulo na briga pelo título do Campeonato Brasileiro.

O alvinegro saiu na frente com Alex Alves, mas o São Paulo conseguiu a virada com gols de Kléber, que recebeu um presente de Scheidt, e do goleiro Rogério Ceni, em bela cobrança de falta.

No final, aos 47min, Fábio Júnior aproveitou uma bobeada da zaga e marcou o gol de empate, para decepção dos são-paulinos, que ficam assim com 55 pontos, caindo para a quarta posição, um ponto atrás do Coritiba.

Com isso, o São Paulo fica a seis pontos do líder Cruzeiro, que enfrenta o combalido Corinthians na próxima rodada. Já o time mineiro termina a rodada na sétima posição, com 48 pontos.

Na próxima rodada, o São Paulo encara o Paraná, que vem em péssima fase, fora de casa, na quarta-feira. No dia seguinte, o Atlético-MG recebe o São Caetano, que foi surpreendido pelo Figueirense neste domingo.

O jogo
Mesmo jogando fora de casa, o Atlético-MG começou dominando as ações no meio e provocou um susto na torcida no Morumbi logo aos oito minutos.

Na primeira jogada, Fábio Júnior fez jogada pela esquerda e tocou para Lúcio Flávio, que deixou a bola passar e Alex Alves abriu o placar, sem chances para Rogério Ceni.

Apesar do gol, o São Paulo não se abalou e Luís Fabiano arriscou de fora da área aos 12min, exigindo boa defesa de Velloso. Quatro minutos depois, o time mineiro chegou com perigo em tabela de Fábio Júnior e Marquinhos, mas o atacante não alcançou a bola na área.

Com o Atlético melhor em campo, o zagueiro Scheidt resolveu colocar tudo a perder. Em uma besteira na entrada da área, aos 22min, ele perdeu a bola para Kléber, que dominou e chutou no canto esquerdo. A bola ainda tocou na trave, antes de entrar.

Animado, o São Paulo foi para o ataque e conseguiu a virada aos 25min, em cobrança de falta perfeita de Rogério Ceni. O goleiro encobriu a barreira e acertou o canto direito de Velloso.

Com a virada, o time paulista passou a explorar os contra-ataques, aproveitando os espaços na zaga rival. Carlos Alberto arriscou dois chutes de fora da área, mas desperdiçou.

Aos 40min, Luiz Alberto desviou cobrança de falta e Rogério Ceni defendeu. Na queda, Hélcio chutou a mão do goleiro, que soltou a bola e o volante do Atlético acertou a trave. O árbitro errou e não marcou nada no lance.

Seis minutos depois, o alvinegro teve mais uma chance com Lúcio Flávio, mas o meia errou a cobrança de falta.

Na etapa final, o time mineiro continuou com a marcação melhor no meio e criou a primeira chance aos 8min, com Lúcio Flávio. Cinco minutos depois, Leonardo quase entregou um presente ao alvinegro.

Marquinhos tentou o lançamento da direita, mas errou. Com o lance morto, Leonardo deu um carrinho sem necessidade e a bola sobrou para André Luis, que não conseguiu aproveitar e errou o chute.

Aos 17min, o técnico Marcelo Oliveira colocou Paulinho no lugar de Scheidt, e o meia, na primeira jogada, fez jogada pelo meio e tocou para Fábio Júnior, que exigiu bela defesa de Rogério Ceni.

Errando muitos passes no meio, o São Paulo teve a primeira chance no segundo tempo apenas aos 23min, com cabeçada de Luís Fabiano para fora, após cobrança de escanteio.

A partir daí, o jogo ficou muito ruim e o torcedor só voltou a ter uma emoção após besteira de Lugano, aos 31min. O uruguaio tentou afastar uma bola na área, mas acertou o jogador do Atlético e sobrou para Alex Alves que, livre, errou a finalização.

No minuto seguinte, o São Paulo teve duas chances em contra-ataques, mas, ironicamente, o artilheiro Luís Fabiano errou passes fáceis e jogou fora as oportunidades. Com os erros no ataque, o time paulista passou um sufoco no final e o Atlético conseguiu o empate nos acréscimos.

Aos 47min, a zaga do São Paulo bateu cabeça na área e a bola sobrou livre para Fábio Júnior, que chutou no ângulo de Rogério Ceni, e arrancou o empate com gosto de vitória aos mineiros.

SÃO PAULO
Rogério Ceni; Leonardo, Lugano, Júlio Santos e Fabiano (Galo); Adriano, Carlos Alberto, Marco Antônio (Alexandre) e Ricardinho; Luís Fabiano e Kléber (Rico)
Técnico: Roberto Rojas

ATLÉTICO-MG
Velloso; Scheidt (Juninho), Luiz Alberto e André Luiz; Ivonaldo, Hélcio, Marcelo Silva, Lúcio Flávio (Paulinho) e Marquinhos; Alex Alves (Quirino) e Fábio Júnior
Técnico: Marcelo Oliveira

Local: estádio do Morumbi, em São Paulo
Árbitro: Jorge Fernando Rabello (RJ)
Assistentes: Manoel do Couto Ferreira (RJ) e Marco Venicio Freire (RJ)
Gols: Alex Alves, aos 8min, Kléber, aos 22min, e Rogério Ceni, aos 25min do primeiro tempo; Fábio Júnior, aos 47min do segundo tempo
Cartões amarelos: Kléber, Leonardo, Lugano e Marco Antônio (S); André Luiz, Fábio Júnior e Scheidt (A)


Comente esta notícia nos Grupos de Discussão UOL

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

03/09/2007

20h22
Espanhóis comemoram boas atuações no Aberto dos EUA


20h14
Santos tira peso de favoritismo e prevê retomada contra o Inter


20h13
Jogadores do Bota lametam má fase de Dodô


20h10
Diretoria do Bota não teme Fifa e grupo diverge sobre Dodô


20h05
Blake segue sem vencer em partidas de cinco sets

MAIS FUTEBOL

23/06/2010

09h25
Lúcio: "Não estamos satisfeitos com esses dois gols"


09h10
Confronto entre Suíça e Honduras será o 1º da história em Copas


08h38
Juventus contrata goleiro italiano Marco Storari


21/06/2010

12h28
Simão afirma que seleção portuguesa está muito motivada após goleada


11h35
Portugal derruba muralha norte-coreana com 7 gols e fica perto das oitavas