ÁLBUM

Veja fotos
de diversas
competições




   17h59 - 21/02/2004

Santos vence e segura liderança do Grupo 2 no Campeonato Paulista

MBPress
Em São Paulo

O Santos quis presentear a torcida paulistana com um jogo na capital. Fez mais que isso. Jogando no Parque Antarctica, a equipe alvinegra bateu o Marília por 3 a 1, na tarde deste sábado, diante de 18 mil torcedores.

O resultado garantiu à equipe santista a liderança do Grupo 2 do Campeonato Paulista com 17 pontos. O Paulista, que bateu o União São João fora de casa, é o vice-líder com 16. Já o Marília, com dez, está empatado com São Caetano, Santo André e Palmeiras.

Apesar do bom resultado, o técnico Émerson Leão vai precisar ter calma com alguns jogadores do elenco. Basílio e Robson apresentaram futebol abaixo da média e o goleiro Doni voltou a ser criticado pela torcida no gol do Marília.

Mesmo com o carnaval, os dois times terão pouco descanso pela frente, já que a próxima rodada será na quarta-feira de cinzas. O Marília irá receber o Mogi Mirim, no Bento de Abreu, enquanto o Santos vai até Jundiaí, para enfrentar o Paulista, no Jaime Cintra.

O jogo
O Santos começou dominando a partida, porém demorou para chegar com perigo ao gol do Marília. Aos 10min, em boa troca de passes no meio-campo alvinegro, a bola chegou ao ataque e Basílio, com bom chute, quase abriu o marcador.

Na seqüência, o Santos deu mais sorte. Aos 12min, o time santista encaixou o contra-ataque. Diego pegou atrás, avançou e lançou Robinho, que conseguiu acertar um belo chute no canto esquerdo de Marcelo Cruz, marcando o primeiro do Santos.

Mesmo sem chegar com perigo ao ataque, o Marília não se fechou atrás e tentou jogar de igual para igual. Assim, o Santos teve espaços para criar e desperdiçar várias oportunidades de gol.

Aos 15min, André Luís chutou forte, o goleiro Marcelo Cruz defendeu parcialmente e Robson desperdiçou o rebote. Três minutos depois foi a vez de Basílio, também em rebote do goleiro do Marília, não aproveitar e finalizar para fora.

Quando o Marília chegou com perigo pela primeira vez, empatou o jogo. Aos 20min, Éder chutou forte, de fora da área, e acertou o canto esquerdo baixo de Doni. Mesmo não tendo culpa no lance, o goleiro santista foi criticado pela torcida alvinegra.

O Santos ainda teve algumas chances de ampliar e sair na etapa inicial com a vitória parcial. Aos 40min, Robinho fez boa jogada individual e arriscou. A bola desviou na zaga e levou perigo ao gol de Marcelo Cruz.

A etapa complementar começa bastante movimentada, com o Santos tentando chegar ao gol do Marília com mais consciência. O time do interior arriscou mais com chutes de fora da área, talvez apostando na pouca sorte de Doni.

A força de ataque do Santos voltou a fazer a diferença. Robinho, aos 14min, fez grande jogada na entrada da área e, cara a cara com Marcelo Cruz, chutou para marcar o segundo santista na partida e o sexto dele na competição.

Depois do segundo gol, o Santos continuou pressionando. Os principais lances de ataque do alvinegro saíram das jogadas individuais de Diego e Robinho. Num dessas jogadas, o time do Santos reclamou pênalti em Robinho, aos 25min, não marcado por Silvia Regina de Oliveira.

Após os 30min da etapa final, o Santos passou a dominar completamente a partida, A equipe ainda perdeu dois gols feitos em lances com Elano, que entrou no lugar de Basílio e Robinho.

Aos 33min, Paulo César também perdeu a chance de marcar em cobrança de falta que passou muito perto após desvio na zaga. O Marília não conseguiu mais passar do meio-campo e depois da metade do segundo tempo não chegou ao gol de Doni.

O jogo passou a ser de um time só. Aos 39min, Elano obrigou Marcelo Cruz a fazer uma grande defesa para impedir o terceiro gol da equipe alvinegra. Aos 43min, porém, Renato fechou a vitória do Santos aproveitando o escanteio cobrado por Elano.

SANTOS
Doni; Paulo César, Pereira, André Luís e Léo; Claiton, Renato, Basílio (Elano) e Diego; Robinho (Luís Augusto) e Robson (Lopes)
Técnico: Emerson Leão

MARÍLIA
Marcelo Cruz; Ednelton, Romildo e Vladimir; Jaiminho (Juninho), Adilson , Márcio Griggio (Cleison), Éder e Da Silva; Sorato (Lobão) e Andradina
Técnico: Flávio Lopes

Local: Estádio Palestra Itália, em São Paulo
Árbitro: Silvia Regina de Oliveira
Auxiliares: Adriano Augusto Lucas e Marco Antonio Bagatella
Cartõe Amarelos: Adilson (M), Márcio Griggio (M), Jaiminho (M), Romildo (M)
Gols: Robinho, aos 12min, e Éder, aos 20min do primeiro tempo; Robinho, aos 14min, e Renato, aos 43min, do segundo tempo

Clique aqui para ver os resultados e a classificação do Campeonato Paulista.

Clique aqui para ver em vídeo os gols das principais partidas do Paulistão.

Clique aqui para ver as últimas notícias do Santos, ler sobre todos os confrontos do time neste ano e ainda conferir a tabela de jogos.


Comente esta notícia nos Grupos de Discussão UOL

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

03/09/2007

20h22
Espanhóis comemoram boas atuações no Aberto dos EUA


20h14
Santos tira peso de favoritismo e prevê retomada contra o Inter


20h13
Jogadores do Bota lametam má fase de Dodô


20h10
Diretoria do Bota não teme Fifa e grupo diverge sobre Dodô


20h05
Blake segue sem vencer em partidas de cinco sets

MAIS FUTEBOL

23/06/2010

09h25
Lúcio: "Não estamos satisfeitos com esses dois gols"


09h10
Confronto entre Suíça e Honduras será o 1º da história em Copas


08h38
Juventus contrata goleiro italiano Marco Storari


21/06/2010

12h28
Simão afirma que seleção portuguesa está muito motivada após goleada


11h35
Portugal derruba muralha norte-coreana com 7 gols e fica perto das oitavas