! São Caetano goleia, encerra sonho do Santos e está na decisão - 03/04/2004 - UOL Esporte - Futebol

UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  03/04/2004 - 17h53
São Caetano goleia, encerra sonho do Santos e está na decisão

MBPress
Em São Paulo

E o tabu continua. Campeão brasileiro em 2002 e vice na Libertadores do ano passado, o Santos deu adeus ao sonho do título paulista. Na tarde deste sábado, a equipe foi goleada pelo São Caetano por 4 a 0, fora de casa, e foi eliminado nas semifinais do Estadual.

Almeida Rocha/Folha Imagem 
Euller comemora o gol que abriu caminho para a classificação do São Caetano
Com a derrota, o tão sonhado fim do tabu de 20 anos prossegue na Baixada Santista. O time, que almejava o título no início da temporada, não leva a taça paulista desde 1984, quando derrotou o Corinthians na final por 1 a 0.

Já o São Caetano consegue um resultado histórico. Fundado em 1989, o time chega à primeira final estadual da história. A equipe aguarda agora o vencedor do confronto entre Paulista e Palmeiras, que decidem a vaga neste domingo em Araras.

Na decisão, o time do ABC tenta quebrar enfim a estigma de vice, que o persegue. Em 2000, o São Caetano perdeu do Vasco na final da Copa João Havelange. No ano seguinte, derrota para o Atlético-PR no Brasileiro. Em 2002, foi a vez de perder do Olímpia, do Paraguai, pelo título da Libertadores.

Desta vez, a equipe chega com o reconhecimento de ter eliminado dois dos principais times do país. Nas quartas-de-final, o São Caetano despachou o São Paulo por 2 a 0, até então invicto no torneio. Agora, foi a vez do Santos, de Diego e Robinho, que só chegou a ameaçar no primeiro tempo.

Jogando fora de casa, o alvinegro começou melhor e chegou a acertar o travessão de Sílvio Luiz, aos 29min, em chute de Léo. Mas, dez minutos depois, o meia Marcinho deu um drible sensacional em Claiton e cruzou para Euller abrir o placar.

Na etapa final, em dois rápidos contra-ataques, o time do técnico Muricy Ramalho definiu a classificação, com gols de Fabrício Carvalho e Marcinho (2), encerrando assim o sonho do título do Santos.

O jogo
Diferente do último domingo, a partida começou muito equilibrada no meio e os primeiros minutos foram bastante arrastados, com o jogo truncado e as duas equipes sofrendo para ter chances.

Logo aos 6min, Diego cobrou falta na área, mas Sílvio Luiz saiu bem do gol. Se o Santos teimava nas jogadas pelo meio, o São Caetano não acertava os passes para acionar o contra-ataque.

A primeira chance real só veio aos 14min, em uma falha da zaga santista. Triguinho se antecipou em um passe na entrada da área e arriscou para defesa de Doni. Quatro minutos depois, Mineiro lançou Fabrício Carvalho. O atacante invadiu a área, mas demorou demais para chutar e foi travado por Alex.

A partir daí, o jogo melhorou e o Santos passou a pressionar com a bola parada. Aos 24min, Paulo César assustou a torcida da ABC em cobrança de falta para fora. Cinco minutos depois, Léo arriscou da intermediária e acertou o travessão do São Caetano.

Na pressão, o Santos perdeu a chance incrível de abrir o placar, aos 32min. Robinho fez um lançamento para Basílio, que invadiu a área e demorou para finalizar. Ele perdeu o ângulo, mas tentou o chute. Sílvio Luiz espalmou, a bola sobrou para Robinho e o goleiro salvou de novo.

Quando tudo parecia levar ao gol do Santos, veio o castigo. Aos 39min, Marcinho foi lançado em profundidade, deu um drible sensacional em Claiton e cruzou para Euller, que subiu no segundo pau e cabeceou sem chances para o goleiro Doni.

Ainda no primeiro tempo, os visitantes tentaram o gol, mas não tiveram sucesso em cobrança de falta de Alex, aos 42min, que mandou pela linha de fundo. "Temos de ter mais calma e saber fazer os gols", comentou Claiton, no intervalo.

Na etapa final, o Santos voltou a enfrentar os mesmos problemas do início do jogo, mas o São Caetano foi mortal nos contra-ataques. Enquanto o alvinegro se perdia na marcação, o time do ABC teve a primeira chance, aos 5min, em cruzamento de Triguinho que Doni espalmou.

Dois minutos depois, em nova jogada pela esquerda, o São Caetano ampliou. Euller tocou para Triguinho, que foi à linha de fundo e cruzou para a área. Fabrício Carvalho, de peito, marcou o segundo dos anfitriões, para festa da torcida local.

Com o gol, o técnico do Santos, Emerson Leão, colocou Robson no lugar de Elano. Sem sucesso, foi a vez de Diego sair para entrada de Luís Augusto. Apesar das mudanças, elas não surtiram o efeito esperado e o alvinegro da Baixada continuou perdido na marcação rival.

Com espaços de sobra, o São Caetano ameaçou o gol de Doni aos 19min. Marcinho tocou para Euller, que chutou para fora. Em jogada isolada, Léo arriscou de longe, mas pela linha de fundo.

Aos 29min, o time da casa enfim liquidou a partida. Em jogada rápida de Euller, o atacante tocou para Marcinho, que invadiu a área e bateu na saída de Doni. Após o gol, Muricy colocou Lúcio Flávio no lugar de Fabrício Carvalho, e o time apenas administrou a posse de bola.

Quando o jogo já estava controlado, o São Caetano selou a goleada. O atacante Somália recebeu passe da esquerda e tocou para Marcinho que, livre, encerrou a goleada, que deu a histórica classificação.

SÃO CAETANO
Sílvio Luiz; Ânderson Lima, Dininho, Serginho e Triguinho; Mineiro, Marcelo Mattos, Fábio Santos e Marcinho; Euller (Somália) e Fabrício Carvalho (Lúcio Flávio)
Técnico: Muricy Ramalho

SANTOS
Doni; Paulo César, Alex, André Luís (Alcides) e Léo; Claiton, Renato, Elano (Robson) e Diego (Luís Augusto); Basílio e Robinho
Técnico: Emerson Leão

Local: Estádio Anacleto Campanella, em São Caetano do Sul
Árbitro: Sálvio Spindola Fagundes Filho
Cartões amarelos: Ânderson Lima e Triguinho (SC); André Luís, Luís Augusto e Robinho (SA)
Gols: Euller, aos 39min do primeiro tempo; Fabrício Carvalho, aos 7min, e Marcinho, aos 29min e aos 45min, do segundo tempo

Veja os resultados e a classificação do Campeonato Paulista.

Assista aos gols do Campeonato Paulista de 2004.

Veja as últimas notícias e leia sobre todos os jogos do São Caetano em 2004.

Veja as últimas notícias e leia sobre todos os jogos do Santos em 2004.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias